Câmara dos Deputados aprova MP que cria o Auxílio Brasil

Publicado em 25/11/2021 - 21:10 Por Lucas Pordeus Leon - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A Câmara dos Deputados aprovou, por unanimidade, nesta quinta-feira, a Medida Provisória que cria o Auxílio Brasil, novo programa social que substituiu o Bolsa Família. Agora, o texto segue para análise do Senado.

O relatório aprovado trouxe mudanças em relação ao texto enviado pelo Executivo. A principal delas foi o aumento da renda máxima das famílias para que elas recebam o benefício. O texto aumentou de R$ 98 para  R$ 105 reais mensais o valor da renda por pessoa para que as famílias sejam consideradas na extrema pobreza e de  R$168 para R$ 210 reais o valor por pessoa das famílias que devem ser consideradas na pobreza e, assim, estarem elegíveis para receber o auxílio.

O relator da matéria, deputado Marcelo Aro, do PP de Minas Gerais, ressaltou ainda como mudança no texto o artigo que determina que a fila de pessoas que esperam para entrar no programa seja zerada.

Atualmente, calcula-se que 14 milhões de famílias recebam o Auxílio Brasil, que começou a ser pago com um valor médio de R$ 217 reais.

A oposição, contudo, queria que o valor do benefício fosse indexado à inflação, como argumentou o líder da minoria, o deputado Marcelo Freixo, do PSB fluminense, para ele a indexação é uma necessidade.

A indexação do Auxílio Brasil à inflação acabou não entrando no relatório. O vice-líder da maioria, representando a base governista, o deputado Neucimar Fraga, do PSD capixaba, avaliou que o Auxílio Brasil será superior ao antigo Bolsa Família.

O governo espera aumentar o valor do Auxílio para R$ 400 mensais já em dezembro. Mas para isso, depende da aprovação, pelo Senado, da PEC dos Precatórios, proposta que abre espaço fiscal no orçamento da União. 

Edição: Raquel Mariano / Beatriz Arcoverde

Últimas notícias
Saúde

Brasil já tem 5 casos confirmados da variante Ômicron

Dos casos confirmados aqui no país, três são em São Paulo e dois no Distrito Federal. São quatro homens e uma mulher.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz vê tendência de alta de casos de síndrome respiratória grave

Crescimento está sendo notado em 13 das 27 unidades da federação; destes, os que mais chamam a atenção dos especialistas são Pará, Ceará e Rio de Janeiro.

Baixar arquivo
Política

PEC dos Precatórios é aprovada no Senado

Os precatórios são dívidas da União com empresas e pessoas que ganharam ações definitivas na justiça. A proposta aprovada pelo Senado limita o valor a ser gasto anualmente com essas despesas e muda a forma de cálculo do teto de gastos. Proposta ainda precisa voltar à Câmara.

Baixar arquivo
Educação

Prazo para solicitar a reaplicação da prova do Enem termina amanhã

Candidatos podem pedir a reaplicação até às 23h59 desta sexta; os nomes dos participantes aptos a fazerem a prova em nova data serão divulgados na própria Página do Participante.

Baixar arquivo
Saúde

Prefeitura do Rio vai rever ampliação de exigência de cartão de vacina

Segundo o prefeito Eduardo Paes, houve "exagero" na ampliação de locais onde devem ser apresentados comprovante de vacinação contra a covid-19.

Baixar arquivo
Saúde

São Paulo suspende festa de Réveillon na Paulista

A vigilância sanitária da capital paulista fez um estudo de riscos e orientou a cancelar a festa do dia 31 de dezembro. Além disso, o prefeito decidiu manter a obrigatoriedade no uso de máscaras em lugares públicos. O uso seria abolido no próximo dia 11.

Baixar arquivo