Lei que torna permanente o Auxílio Brasil é publicada pelo governo

Publicado em 19/05/2022 - 16:42 Por Leandro Martins - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O piso do Programa Auxílio Brasil, de R$ 400 mensais, previsto para valer até dezembro deste ano, agora vai ser permanente. O benefício será calculado a partir da soma de outros como o “primeira infância”, e “composição familiar”, até alcançar um mínimo de R$ 400 por mês.

Atualmente, o Auxílio Brasil é pago a mais de 18 milhões de famílias, e em maio, o tíquete médio pago foi de R$ 409. Antes, a média do benefício estava em R$ 224.

As famílias que têm direito ao Auxílio Brasil são as que estão em situação de extrema pobreza, com renda familiar mensal de até R$ 105 por pessoa, e as em situação de pobreza, com renda familiar mensal entre R$ 105 e R$ 210.

Além do benefício básico, há rendas complementares no Auxílio Brasil, dependendo do perfil da família. É o caso da Bolsa Esporte Escolar ou da Inclusão Produtiva Rural. As famílias incluídas no programa não perdem descontos na conta de luz pela Tarifa Social de Energia Elétrica e o Auxílio Gás, que é pago a cada dois meses.

E tem outra vantagem. Com o piso fixo em R$ 400, o beneficiário vai ter direito a obter empréstimo bancário por crédito consignado, já que terá o rendimento garantido.

A medida foi sancionada nessa quarta-feira, pelo presidente Jair Bolsonaro, e publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

Edição: Paula de Castro / GT Passos

Últimas notícias
Geral

Operação realiza ação contra abuso e exploração sexual de menores

A Operação Luz na Infância, que tem como foco identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes, praticados na internet, começou na manhã desta quinta-feira (30), com 163 mandados de busca e apreensão, sendo 74 deles no Brasil.

Baixar arquivo
Economia

Pronampe: micro e pequenas empresas já podem aderir ao programa

Para obter o empréstimo, será necessário que os empresários compartilhem com a instituição financeira os dados de faturamento de suas empresas. Esse compartilhamento é feito digitalmente, pelo e-CAC, disponível no site da Receita Federal.

Baixar arquivo
Economia

Mapa da FGV aponta que pobreza aumentou na pandemia de covid-19

O número de brasileiros que ganham menos de meio salário mínimo aumentou entre 2019 e 2021. De acordo com o documento, o número de novos pobres surgidos ao longo da pandemia de covid-19 chega a quase 30% da população. 

Baixar arquivo
Saúde

Anvisa prorroga importação de imunoglobulina para tratamento de covid

O diretor da Agência, Alex Campos, relator da matéria, lembrou que ainda há desabastecimento de medicamentos e insumos básicos, entre eles a imunoglobulina.
 

Baixar arquivo
Economia

IBGE: desemprego cai para 9,8%; rendimento fica estável

A taxa de desemprego do país saiu da casa dos dois dígitos no trimestre encerrado em maio e chegou ao menor valor para este período desde 2015: 9,8%.

Baixar arquivo
Esportes

Desfalcado, São Paulo visita Universidad Católica pela Sul-Americana

 

Tricolor tem nove ausências por lesão e deve manter base do Brasileiro.

Baixar arquivo