Com quase 100% dos leitos ocupados, governo do RN vai renovar decretos que limitam comércio e lazer

Capacidade de leitos esgotada

Publicado em 03/06/2020 - 16:03 Por Sayonara Moreno - Brasília

Com quase todos os leitos de UTI para pacientes de Covid-19 ocupados na região Metropolitana do Rio Grande do Norte, o governo vai renovar os decretos que limitam atividades comerciais e de lazer, em todo o estado.

 

A informação foi confirmada nesta quarta-feira (3), pelo secretário adjunto de Saúde Pública do estado, Petrônio Spinelli. Segundo ele, a situação é preocupante, porque o número de casos confirmados vêm aumentando, conforme os suspeitos são testados.

 

A plataforma da Secretaria de Saúde, atualizada a cada cinco minutos, mostra que, na capital Natal e região metropolitana, quase 98% dos leitos de UTI estão ocupados, enquanto na região oeste, chegou à ocupação total. A situação chegou a ser classificada pelo secretário de Saúde do estado, Cipriano Maia, como “próxima ao colapso”.

 

Apesar disso, a taxa de isolamento está bem abaixo da recomendada pela Organização Mundial da Saúde, que é de 70%: somente 40% da população capixaba vem respeitando as recomendações de isolamento social.

 

Para aumentar essa taxa, as ações de fiscalização passam a ocorrer a partir desta quinta-feira (4), em cidades com altas taxas de contaminação por Covid-19 e de aglomeração de pessoas. É o que explica o secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Norte, coronel Araújo Silva.

 

O secretário adjunto de Saúde do estado, Petrônio Spinelli, anunciou que, nesta quarta-feira, o estado já passava de 9 mil casos confirmados de Covid-19 e mais de 360 pessoas já haviam morrido em todo o estado. Segundo os integrantes do gabinete de gestão do coronavírus no Rio Grande do Norte, a única forma de não piorar e de reverter a situação é aumentando o isolamento social para conter o avanço dos contágios.

 

O secretário estadual de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro, disse que o governo vem implementando ações junto com as prefeituras, mas que é preciso que a população colabore e não saia de casa sem necessidade.

 

Nesta quarta-feira, o estado do Rio Grande do Norte registrava 29 pessoas na fila de espera por um leito de UTI com respirador, na tentativa de sobreviver à Covid-19.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Cultura

Lançado o "Mapeamento de Projetos Sociais Arte Toda Gente"

Foi lançado nesta terça-feira o Mapeamento de Projetos Sociais Arte de Toda Gente, uma parceria da Funarte-Fundação Nacional de Artes –  e a Universidade Federal do Rio de Janeiro. As iniciativas são relacionadas com música,  artes, patrimônio, inclusão e acessibilidade.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Peixes aparecem em afluente do Rio Pinheiros, em SP, e causam surpresa

O governo do estado diz que a presença dos animais são resultado do programa de saneamento básico da região. Coordenador de ONG afirma, no entanto, que ainda falta muito para o rio ser considerado despoluído.

Baixar arquivo
Segurança

PA, SC, RS e DF registram queda nos índices de criminalidade

Três estados brasileiros e o Distrito Federal apontaram queda na criminalidade no mês passado. Para o membro do Fórum Nacional de Segurança Pública, Rafael Alcadipani, a redução de crimes tem mais relação com a pandemia do que com a atuação da polícia. Mas os secretários de segurança discordam.

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Projetos científicos de alunos brasileiros vão a feira internacional

Nova pesquisas científicas foram selecionadas para a Regeneron Isef, feira destinada a jovens que pretendem seguir carreira em ciência e engenheria. O evento ocorre em maio, nos Estados Unidos, mas será realizado no modo virtual por causa da pandemia

Baixar arquivo
Política

Câmara discute medidas de apoio aos órfãos da pandemia

A pandemia da Covid-19 já tirou a vida de mais de 350 mil pessoas no Brasil. Muitas crianças e adolescentes perderam seus pais, mães, tios ou avós e ficaram órfãos ou perderam parte da renda familiar. Nesta terça-feira, a Câmara dos Deputados discutiu o tema na busca por soluções.

Baixar arquivo
Economia

Inflação cresce para todas as faixas de renda em março, diz Ipea

A pesquisa identificou que as famílias de classe média e média-alta foram as mais atingidas. Por segmento, o setor que mais contribuiu para a inflação foi o de transportes, por causa do aumento no preço dos combustíveis.

Baixar arquivo