Ministério Público do DF cobra divulgação correta de dados sobre ocupação de leitos por Covid-19

Vagas em UTIs para Covid-19

Publicado em 30/06/2020 - 16:54 Por Dayana Vitor - Brasília

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) entrou com ação pedindo igualdade entre os dados publicados sobre ocupação de leitos de UTI para Covid-19 e os registrados na Central de Regulação do governo.

 

A disponibilidade de leitos de UTI para pacientes da Covid-19 é uma das ferramentas analisadas para decidir sobre o fechamento ou abertura de atividades de uma cidade ou estado. Mas, no Distrito Federal, existem diferenças entre os dados publicados sobre esses leitos no site da Sala de Situação do governo local e os do Complexo Regulador da Secretaria de Saúde.

 

Essa situação levou o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios a entrar com requerimento na Justiça para pedir a igualdade de informações. Também solicitou que constem no site oficial apenas os dados de leitos que podem ser ocupados de forma imediata.

 

Uma força-tarefa do Judiciário descobriu, por exemplo, que em 26 de junho, o sistema de regulação apontava para uma ocupação de 93% dos leitos de UTI para a Covid-19. Já o site da Sala de Situação registrava que cerca de 60% dos leitos tinham pacientes com a doença. Já no dia 17 de junho, quando a taxa de ocupação real de leitos estava em 94%, o site oficial do governo mostrava que 68% estavam ocupados.

 

Procurada pela reportagem da Rádio Nacional, a Secretaria de Saúde do DF afirmou que ainda não foi intimada formalmente a prestar os esclarecimentos.

 

Apesar das divergências sobre a disponibilidade de leitos de UTI para a Covid-19, na última sexta-feira, clubes de futebol profissional e clubes recreativos voltaram a funcionar, mas sem as piscinas e práticas de esportes coletivos. Outros setores devem ser reabertos nos próximos dias.

 

O governador Ibaneis Rocha admitiu que estuda o reinício das atividades dos salões de beleza e academias no dia 7 de julho; dos bares e restaurantes, em 15 de julho, e das escolas em 27 de julho. Mas, segundo ele, tudo vai depender da evolução de casos da Covid-19 e leitos de UTIs disponíveis.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

AM: Vigilância em Saúde alerta para risco de doenças devido às cheias

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas alerta para o risco de transmissão de doenças, e faz um alerta: a população deve ficar atenta durante a limpeza das residências, para a presença de animais peçonhentos.

Baixar arquivo
Segurança

Formulário que avalia risco para mulher que sofre violência vira lei

Documento precisará ser aplicado preferencialmente pela Polícia Civil. Entre as questões a serem respondidas  estão se a vítima está grávida; se o agressor tem acesso a armas e faz uso de drogas ou álcool; e se os filhos já presenciaram as agressões.

Baixar arquivo
Cultura

Inhotim reabre as portas após mais de um ano sem funcionar

Para a reabertura, medidas de segurança foram reforçadas, como ter apenas 10% da ocupação total, no máximo 500 visitantes e funcionamento somente de sexta a domingo. O ingresso deve ser adquirido de forma antecipada no site do museu.

Baixar arquivo
Saúde

Ministério da Saúde anuncia ampliação de contrato com Butantan

Serão 30 milhões de doses a mais da CoronaVac para entrega no segundo semestre. Até agora, o acordo previa 100 milhões de unidades do imunizante produzido pelo instituto paulista.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: aumenta para sete o número de vacinas autorizadas no Brasil

A Organização Mundial da Saúde e as oito agências que fazem parte da Coalizão Internacional de Autoridades Reguladoras de Medicamentos fizeram hoje um apelo aos desenvolvedores de remédios e vacinas, para que ofereçam amplo acesso a dados clínicos de todos os novos medicamentos e vacinas.

Baixar arquivo
Justiça

Prazos processuais são suspensos no STF após instabilidade do sistema

Suspensão valeu para esta quinta e sexta-feira (7). Supremo diz que identificou acesso "fora do padrão" e tirou o site do ar para proteger sistema. Nenhum dado foi vazado, segundo a Corte.

Baixar arquivo