Ministério Público e Defensoria do RJ pedem a Witzel estudo sobre flexibilização do isolamento

Isolamento social no Rio

Publicado em 06/06/2020 - 09:00 Por Tatiana Alves - Rio de Janeiro

O governo do Rio de Janeiro ainda não apresentou um levantamento científico para a adoção gradual de afrouxamento da quarentena em virtude da pandemia do novo coronavírus.  Nesta semana, o Ministério Público e a Defensoria Pública do Estado encaminharam uma recomendação ao governador Wilson Witzel para que elaborasse um estudo técnico que respaldasse a manutenção ou flexibilização das medidas de isolamento social.

 

A recomendação pedia que o estudo fosse embasado em evidências científicas e análises estratégicas em saúde, vigilância sanitária, mobilidade urbana, segurança pública e assistência social, levando em consideração a análises econômicas, sociais, geográficas, políticas e culturais do estado.

 

As duas instituições pedem transparência e planejamento  em caso de retomada gradual das atividades, além da avaliação do risco para a população, tendo como referência parâmetros utilizados pela Fundação Oswaldo Cruz. A instituição defende a importância das medidas de distanciamento social para salvar vidas e a reabertura das atividades de modo controlado e seguro.

 

O estudo pedido pelo MP e a Defensoria Pública  também deverá incluir regras de segurança sanitária para reabertura da economia e  campanhas que amparem a população mais vulnerável.

 

Até essa quinta-feira (4), havia 60.932 casos confirmados e 6.327 óbitos por coronavírus no estado. Há ainda 1.180 óbitos em investigação. Entre os casos confirmados, 45.319 pacientes se recuperaram da doença.

 

A Secretaria Estadual de Saúde foi procurada para dar esclarecimentos, mas não deu resposta até o fechamento desta matéria.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Amapá registra morte de duas crianças por sarampo

Casos fatais da doença não eram registrados no estado há pelo menos duas décadas, de acordo com a Superintendência de Vigilância em Saúde do Amapá. O estado vive um surto de sarampo, com 320 casos confirmados só neste mês

Baixar arquivo
Esportes

Novorizontino vence Ituano e vai para a final do Troféu do Interior

O Novorizontino goleou o Ituano por 4 a 0 e vai para a final do Troféu do Interior do Campeonato Paulista com a Ponte Preta. Os detalhes dos campeonatos estaduais com Bruno Mendes.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz espera entregar 30 milhões de doses de vacina até junho

A instituição, que produz a vacina Oxford/AstraZeneca, já conta com 18 milhões de doses em processo de controle de qualidade. O restante será produzido após a chegada de insumos vindos da China, o que deve acontecer na próxima semana

Baixar arquivo
Saúde

Ministério distribui 6,4 milhões de doses de vacinas contra covid

Só nesta semana, o Ministério da Saúde enviará aos estados 4,7 milhões de doses da vacina Oxford/Astrazeneca, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz, um milhão de doses da Coronavac, do Instituto Butantan e 647 mil doses da Pfizer/Biontech.

Baixar arquivo
Geral

Pesquisa vai mostrar como é feito descarte de EPI na pandemia

Uma pesquisa online lançada pelo Projeto Coral Vivo vai verificar como os brasileiros estão descartando equipamentos de proteção individual contra a covid-19, como máscaras, luvas e toucas.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Em 14 anos, Brasil tirou do ar 340 mil sites de pornografia infantil

No Brasil, 340 mil páginas acessadas no Brasil contendo pornografia infantil foram derrubadas pelas autoridades brasileiras após denúncias anônimas contra a pedofilia.

Baixar arquivo