Hemorio faz campanha para aumentar doações de sangue

Estoques tiveram queda de 10% em outubro em relação a 2019

Publicado em quinta-feira, 29 Outubro, 2020 - 12:42 Por Lígia Souto - Rio de Janeiro

O Hemorio entrou em alerta vermelho depois de registrar uma queda de quase 10% nas doações de sangue em outubro, na comparação ao mesmo mês do ano passado. Foi o menor número de voluntários por dia desde o início da pandemia do novo coronavírus.

Com isso, a unidade entrou em estágio crítico e precisou acionar medidas de controle, como a convocação de doadores por e-mail e telefone, além da realização de uma nova campanha para reverter a baixa nos estoques e o risco de desabastecimento.

Batizada de Sangue Novo, a campanha incentiva a doação a partir dos 16 anos, idade inicial autorizada a realizar o procedimento, mediante o consentimento dos pais ou responsáveis.

Em média, o Hemorio tem capacidade para receber até 500 doadores por dia, quantidade suficiente para atender toda a rede pública do estado.

Para uma situação regular nos estoques, é necessário que a unidade disponha de pelo menos 300 bolsas de sangue diariamente. Com apenas uma doação, é possível salvar até quatro vidas.

O diretor Geral do Hemorio, Luiz Amorim, lembra que a doação neste momento é fundamental para garantir suporte às principais emergências, maternidades e unidades de saúde do estado. Isso por que, com a retomada das cirurgias eletivas, a necessidade por bolsas de sangue aumenta progressivamente.

Para doar é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50 quilos, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e bebidas alcoólicas 12 horas antes da coleta.

Aqueles que tiveram covid-19 só podem doar sangue após 30 dias do desaparecimento dos sintomas e apenas se tiverem registrado a forma branda da doença.

O Hemorio fica na Rua Frei Caneca, número 8, no centro da cidade, e funciona todos os dias de semana, das 7h às 18h, inclusive finais de semana e feriados.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Pandemia aumenta preocupação com segurança alimentar no mundo

O assunto foi abordado nesta quarta-feira, durante um seminário sobre saúde global e diplomacia organizado pelo Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz.

Baixar arquivo
Economia

Famílias chefiadas por brancos têm gastos 47% maiores no Brasil

Segundo o IBGE, diferença também é percebida nas famílias em que o homem é principal responsável pelos gastos

Baixar arquivo
Geral

Com atual investimento, só 3 estados universalizam saneamento até 2033

Marco Legal do Saneamento Básico determina que Brasil chegue 99% da população com água tratada e coleta de esgoto. Mas, segundo estudo do Instituto Trata Brasil, mantidos os investimentos atuais, somente São Paulo, Paraná e Distrito Federal conseguirão atingir a meta. A pesquisa aponta, inclusive, queda no emprego de recursos públicos para o saneamento básico.

Baixar arquivo
Educação

Movimento Contrate Universitários visa ajudar estudantes desempregados

Com a pandemia do novo coronavírus, estudantes estão enfrentando não só dificuldades para estudar, mas para trabalhar, também.

Baixar arquivo
Economia

Governo antecipa pagamento de dezembro aos segurados do INSS no Amapá

Com o restabelecimento do serviço de energia elétrica, os moradores do Amapá tentam agora voltar à vida normal. E para ajudar nessa retomada, o governo federal decidiu antecipar aos segurados do INSS no estado os pagamentos dos benefícios de dezembro.

Baixar arquivo