Tocantins proíbe eventos com equídeos para evitar doença

Mormo também pode ser transmitida a outros animais e ao homem

Publicado em quinta-feira, 29 Outubro, 2020 - 11:28 Por Dayana Victor - Brasília

Depois da confirmação de 8 casos da Doença de Mormo no Tocantins, somente neste ano, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado proibiu qualquer tipo de evento que cause aglomeração de equídeos – que são cavalos, burros e mulas. Até mesmo as famosas cavalgadas e tropeadas, que atraem muita gente.

A proibição vale para 27 cidades entre elas: Formoso do Araguaia, Dueré, Araguatins, São Salvador do Tocantins, Santa Fé do Araguaia, Muricilândia, Sandolândia, Figueiropólis e Cariri do Tocantins.

Essa doença, que em alguns lugares é conhecida como lamparão, é causada por uma bactéria que atinge principalmente os equídeos: cavalos, burros e mulas; e é contagiosa. Uma vez contaminado, o animal precisa ser sacrificado, porque não existe tratamento ou vacina.

Além do risco de contaminar outros animais, a doença de mormo também pode ser transmitida ao homem. Se o tratador tiver um ferimento na mão e entrar em contato com a secreção nasal de um cavalo doente, por exemplo; ele pode ficar doente também.

Além de evitar a aglomeração de animais, a Agência recomenda que o produtor rural realize em seus animais os exames que detectam o mormo regularmente. Esses testes têm prazo de validade de 60 dias e alguns animais não apresentam sintomas da doença.

Os principais sintomas do mormo são nódulos nas narinas, corrimento purulento, pneumonia, febre e emagrecimento.

Em caso de suspeita de mormo, os tratadores devem utilizar luvas e máscaras e evitar ao máximo o contato com o animal que possa estar com a doença. O bicho deve ser isolado e o caso comunicado à Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins.

Edição: Fabiana Pelles

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Educação

Boas práticas adotadas em escolas são premiadas em Roraima

As escolas precisaram se adaptar e inovar durante a pandemia do novo coronavírus para manter o ensino e a frequência dos alunos.

Baixar arquivo
Saúde

Vacina da Oxford chega ao Brasil no 1º semestre de 2020

Mais de 100 milhões de doses da vacina desenvolvida pela Oxford Aztrazeneca vão chegar ao país no 1º semestre do ano que vem. Outras 160 milhões de doses serão desenvolvidas pela Fiocruz no 2o semestre. Ao todo serão 260 milhões de doses contra a covid-19.

Baixar arquivo
Economia

Produção industrial cresce pelo sexto mês seguido em outubro

Alta foi de 1,1% diante de setembro e recupera nível pré-pandemia. Dados são da Pesquisa Industrial Mensal, do IBGE. A atividade com maior influência no resultado foi a de veículos automotores, reboques e carrocerias.

Baixar arquivo
Política

Cresce a transparência em estados e municípios brasileiros, diz IBGE

Nos municípios o aumento foi ainda mais expressivo, passando de 19,3% para 45% das cidades com lei regulamentando os procedimentos para obter informações governamentais. E considerando apenas as cidades com mais de 500 mil habitantes o salto alcançou 56,4% para 93,8%. 

Baixar arquivo
Segurança

IBGE levanta dados sobre gestão de segurança em estados e municípios

Em sete estados, não há secretaria exclusivamente dedicada ao tema. As pesquisas também identificaram uma redução no número de delegacias de Polícia, com percentual de cobertura passando de 76,9%, em 2014, para 73,5%, em 2019.

 

Baixar arquivo
Geral

Polícia Federal aprende 2,5 toneladas de cocaína no Rio de Janeiro

Dois homens foram presos em flagrante. Um deles é um policial militar que estava de folga e fazia a segurança do galpão.O militar portava 2 armas sem registro, sendo 1 pistola e 1 revólver, além de rádio comunicador.

Baixar arquivo