Tocantins proíbe eventos com equídeos para evitar doença

Mormo também pode ser transmitida a outros animais e ao homem

Publicado em 29/10/2020 - 11:28 Por Dayana Victor - Brasília

Depois da confirmação de 8 casos da Doença de Mormo no Tocantins, somente neste ano, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado proibiu qualquer tipo de evento que cause aglomeração de equídeos – que são cavalos, burros e mulas. Até mesmo as famosas cavalgadas e tropeadas, que atraem muita gente.

A proibição vale para 27 cidades entre elas: Formoso do Araguaia, Dueré, Araguatins, São Salvador do Tocantins, Santa Fé do Araguaia, Muricilândia, Sandolândia, Figueiropólis e Cariri do Tocantins.

Essa doença, que em alguns lugares é conhecida como lamparão, é causada por uma bactéria que atinge principalmente os equídeos: cavalos, burros e mulas; e é contagiosa. Uma vez contaminado, o animal precisa ser sacrificado, porque não existe tratamento ou vacina.

Além do risco de contaminar outros animais, a doença de mormo também pode ser transmitida ao homem. Se o tratador tiver um ferimento na mão e entrar em contato com a secreção nasal de um cavalo doente, por exemplo; ele pode ficar doente também.

Além de evitar a aglomeração de animais, a Agência recomenda que o produtor rural realize em seus animais os exames que detectam o mormo regularmente. Esses testes têm prazo de validade de 60 dias e alguns animais não apresentam sintomas da doença.

Os principais sintomas do mormo são nódulos nas narinas, corrimento purulento, pneumonia, febre e emagrecimento.

Em caso de suspeita de mormo, os tratadores devem utilizar luvas e máscaras e evitar ao máximo o contato com o animal que possa estar com a doença. O bicho deve ser isolado e o caso comunicado à Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins.

Edição: Fabiana Pelles

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Dia D disponibiliza a crianças e adolescentes 18 tipos de vacinas

A campanha de multivacinação vai até o dia 29 de outubro e visa aumentar a cobertura vacinal no país, que tem caído desde 2015, quadro que se agravou durante a pandemia.

Baixar arquivo
Geral

Governo baiano aumenta gratificação por armas retiradas de circulação

O estado multiplicou por quatro a gratificação dada por cada arma retirada de circulação pelas polícias civil e militar. A medida, segundo o governador Rui Costa, é para valorizar a produtividade policial no enfrentamento à criminalidade.

Baixar arquivo
Saúde

STF restabelece exigência de passaporte da vacina em Macaé, no RJ

A decisão atende a pedido do município. Com isso, volta a valer o decreto que exige a apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19 para o acesso e permanência em estabelecimentos.

Baixar arquivo
Saúde

Rio suspende aplicação de dose de reforço contra covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a medida foi necessária porque houve mudanças no cronograma de entrega do imunizante da Pfizer. E que a vacinação só será retomada após a entrega de novas remessas.

Baixar arquivo
Saúde

Rio: Maré deve concluir campanha de vacinação em massa contra covid

O mutirão para aplicação da segunda dose teve início na quinta-feira (14) e está sendo realizado em clínicas da família e associações de moradores. A mutirão começou às 8h e segue até 17h. 

Baixar arquivo
Geral

INSS publica novo calendário para prova de vida

A obrigatoriedade da prova de vida está suspensa até o final deste ano. Os aposentados e pensionistas que não realizaram o procedimento continuam recebendo o benefício.

Baixar arquivo