Estados recebem R$150 milhões para prevenção do câncer de mama e útero

Valores a serem pagos aos estados variam de R$7,5 a R$75 milhões

Publicado em 23/12/2020 - 12:51 Por Dayana Vítor - Brasília

Apesar de enfrentarmos a pandemia da covid-19, outras doenças existem e precisam ser diagnosticadas e tratadas o mais rápido possível. Para que sejam realizadas ações de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama e de colo de útero no Sistema Único de Saúde, o governo federal vai liberar mais de R$150 milhões para os estados.

A medida foi estipulada em portaria do Ministério da Saúde publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (23).

Os valores a serem pagos aos estados variam de R$7,5 milhões até R$75 milhões, de acordo com desempenho alcançado por eles em 2019 e constam no Sistema de Informações Ambulatoriais e no Sistema de Informações Hospitalares do Ministério da Saúde.

Entre os critérios analisados nesses sistemas estão o desempenho da rede de atendimento na realização de procedimentos do grupo de diagnóstico; por parâmetros técnicos publicados pelo Instituto Nacional do Câncer. Também o percentual de execução das ações de rastreamento e detecção precoce do câncer de mama e do colo de útero no ano passado.

O dinheiro extra é uma medida em caráter excepcional e temporário que tem como objetivo reorganizar a rede de atenção e seus fluxos assistenciais, para melhor rastrear e diagnosticar, de forma precoce, o câncer de mama e de colo de útero.

Este ano, mais de 66 mil mulheres devem ser diagnosticadas com câncer de mama. Outras mais de 16 mil devem ter câncer de colo do útero, segundo o Inca, Instituto Nacional de Câncer.

Edição: Joana Lima

Últimas notícias
Economia

Empregador que não paga 13º salário a trabalhador pode ser punido

O 13º salário é um direito do trabalhador garantido por lei na Constituição Federal. A primeira parcela deve ser paga até o dia 30 de novembro e a segunda até o dia 20 de dezembro.

Baixar arquivo
Geral

Mila Moreira, atriz e modelo, morre aos 72 anos, no Rio de Janeiro

A causa da morte de Mila Moreira não foi divulgada. Ao longo da carreira, ela participou de mais de 30 novelas e minisséries na TV. No cinema, trabalhou em seis produções.

Baixar arquivo
Geral

Seaster lança pesquisa sobre tráfico de pessoas no Pará

Os resultados da pesquisa são inéditos e auxiliam na identificação de medidas para combater a expansão do tráfico de pessoas no estado

Baixar arquivo
Economia

Inflação para os mais pobres sobe quase 1% em novembro

De acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira pela FGV, as pressões para essa alta vieram dos aumentos nos itens alimentação, energia elétrica e combustíveis.

Baixar arquivo
Saúde

Rio instala tenda para atender casos de gripe em Botafogo

Esta é a terceira inauguração dentro do plano de contingência da secretaria de Saúde. Somente na última semana, a procura por atendimentos em todo o estado, aumentou 400%.

Baixar arquivo