Governo vai lançar campanha de incentivo à vacina contra a Covid-19

Uso de máscara e medidas de distanciamento também devem ser defendidas

Publicado em quarta-feira, 20 Janeiro, 2021 - 21:49 Por Victor Ribeiro - Brasília

O Ministério da Saúde alertou nessa quarta-feira que todos os estados e municípios precisam cumprir o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19. Apesar da autonomia para distribuir as doses, o ministério destacou que é preciso que prefeituras e governos respeitem as orientações. Entre elas, a definição de quais grupos são considerados prioritários na vacinação.

O Ministério da Saúde destacou que é preciso que prefeituras e governos estaduais respeitem essas orientações.

O aviso foi feito por meio de um ofício encaminhado aos conselhos nacionais de Secretários Estaduais e de Secretários Municipais de Saúde. O Ministério da Saúde reforçou que cumprir as regras definidas pela equipe técnica é a única forma de garantir que o país tenha condições de imunizar com duas doses todas as pessoas previstas neste primeiro ciclo de vacinação. E isso aumenta a eficácia da imunização no controle da pandemia.

A prioridade é vacinar os profissionais de saúde, indígenas aldeados e pessoas que moram em instituições de longa permanência e que tenham deficiência ou mais de 60 anos de idade. Os demais grupos vão ser convocados de acordo com a disponibilidade das vacinas.

O Brasil tem 6 milhões de doses da CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Na segunda e na terça-feira, o Ministério da Saúde levou as vacinas aos 26 estados e ao Distrito Federal, de forma proporcional e igualitária. A meta é vacinar pelo menos 90% de cada grupo prioritário, no total de 2,8 milhões de pessoas.

E o ministério anunciou o lançamento da campanha publicitária de vacinação. Ela terá como lema “Brasil imunizado. Somos uma só nação” e vai reforçar o papel dos cientistas no desenvolvimento das vacinas, a confiança na eficácia da imunização e a esperança de superar logo a pandemia.

Também vai orientar que as pessoas usem o aplicativo Conecte SUS. E ainda vai fazer um apelo para que os brasileiros continuem usando máscara, mantenham o distanciamento social e a higiene mais rigorosa, enquanto a vacina não chegar para todos.

A campanha terá quatro vídeos para a TV e internet, além de peças de áudio e para mídia impressa.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

Empresas privadas poderão comprar vacina contra a covid-19

Projeto foi aprovado na Câmara e segue para sanção presidencial.  O texto aprovado pelos deputados estabelece que enquanto durar a vacinação dos grupos prioritários, as doses compradas pela iniciativa privada deverão ser integralmente doadas ao SUS.

Baixar arquivo
Saúde

Governadores pedem ação integrada para combate à covid-19

Ao longo do dia, os governadores também estiveram com representantes do Ministério da Saúde. E ouviram da presidente da Comissão de Orçamento, a deputada Flávia Arruda, do PL, a promessa de receberem R$14,5 bilhões  em emendas parlamentares destinadas ao Sistema Único de Saúde.

Baixar arquivo
Política

Não há crise entre o Brasil, China e Estados Unidos, diz ministro

O ministro das relações exteriores, Ernesto Araújo, afirmou hoje que não há crise entre o Brasil, China e Estados Unidos. Na coletiva de imprensa sobre a política externa, realizada, nessa terça (02), Araújo disse que a crise com embaixador chinês no país está superada.

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde aumentam cobertura de tratamentos para câncer

Os planos de Saúde vão ter que cobrir novos procedimentos e medicamentos. A resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) amplia a cobertura obrigatória dos planos de saúde a partir de abril de 2021.

Baixar arquivo
Educação

5% dos alunos da rede pública estão com deficiência em matemática

O levantamento apontou que apenas 5% dos estudantes de escolas públicas, do 3º ano do ensino médio, conseguiam resolver questões com a probabilidade ou com o uso do Teorema de Pitágoras.

Baixar arquivo
Justiça

Desembargadores do TRT-RJ são denunciados por esquema de propinas

Magistrados faziam parte de esquema de corrupção que desviou recursos da saúde no estado, e arrecadou propina junto a empresas de ônibus e pessoas ligadas ao governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Baixar arquivo