Justiça mantém fechamento de comércio no Distrito Federal

Estados do Norte e Nordeste seguem com restrições devido à pandemia

Publicado em 31/03/2021 - 14:51 Por Leandro Martins - Brasília

A partir desta quinta-feira (31), o comércio vai fechar no Distrito Federal. A decisão é da desembargadora Katia Ferreira, da Justiça Federal. Ela tomou a medida ao analisar a ocupação de UTIs públicas para covid, que superou os 95%. Já a lista de espera de leito está com mais de 270 pacientes.

Com isso, voltam a fechar bares, restaurantes e outros estabelecimentos. Esses comércios e serviços tinham reaberto na última segunda-feira (29), depois de um mês de restrições. Devem seguir fechados os clubes recreativos, áreas comuns de condomínios residenciais, atendimento ao público em shoppings centers, feiras populares, salões de beleza, quiosques, food trucks e comércio ambulante em geral. Só podem funcionar os supermercados, mercearias, padarias e afins, além dos serviços essenciais. O governo do Distrito Federal disse que vai recorrer da medida.

Em Alagoas, o governador Renan Filho anunciou que vai manter todos os municípios do estado na fase vermelha, com as mesmas regras já em vigor, inclusive só com a circulação de pessoas entre as 21h e 5h. A medida começou a valer nesta quarta-feira, e vai se estender por 14 dias.

Renan Filho falou sobre a medida, que pode durar menos que o previsto, mas a população tem que colaborar:

No Amazonas, donos de restaurantes se reuniram nesta quarta-feira com o governador Wilson Lima. Eles argumentam que os índices da covid na capital Manaus estão reduzindo, e que o setor quer voltar a funcionar normalmente. Jean Fabrízio, presidente em exercício da Associação de Bares e Restaurantes, relata que algumas demandas foram atendidas. 

E no Amapá, um pacote reúne medidas sociais e tributárias para recuperação da economia no estado, anunciadas pelo governador Waldez Goes. Entre elas, está a antecipação do 13º salário dos servidores públicos estaduais. Também haverá redução do ICMS para bares, restaurantes e similares, de 18% para 2%. Também foi reduzido o imposto para o diesel, que caiu de 25% para 17%.

 

 

 

Edição: Leila Santos/Adrielen Alves

Últimas notícias
Economia

Índice de Confiança da Indústria cai 1,7 ponto em janeiro

Essa é a sexta queda consecutiva do indicador, que varia de 0 a 200 e precisa estar acima de 100 para indicar otimismo do setor.

Baixar arquivo
Educação

Capes abre inscrições para prêmio de talento universitário

Podem concorrer os estudantes de graduação de todo o Brasil matriculados no ensino superior público ou privado em 2021 e que tenham feito o ENEM de 2019 ou 2020.

Baixar arquivo
Saúde

Estudo mostra que 1,2 milhão de pessoas morreram por superbactérias

Um estudo publicado na revista The Lancet mostra que, no mundo, mais de 1,2 milhão de pessoas morreram diretamente por causa de superbactérias em 2019.

Baixar arquivo
Geral

Girafas apreendidas por maus tratos ficarão sob cuidados do Ibama

As 15 girafas apreendidas pela Polícia Federal, por maus tratos, no PortoBello Resort & Safari, em Mangaratiba, na Costa Verde do Rio de Janeiro, estão sob os cuidados do Ibama, mas vão continuar no resort.

Baixar arquivo
Saúde

Senacon notifica empresas sobre os preços de testes de covid-19

A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) notificou farmácias, drogarias e laboratórios em todo país para se explicarem sobre a disparada do valor do teste.

Baixar arquivo
Saúde

Vacinação infantil: especialistas comentam sobre direito à saúde

A pandemia do novo coronavírus expôs a dificuldade de muita gente reconhecer as diferenças entre direitos individuais e coletivos. Isso se evidenciou no caso das vacinas.

Baixar arquivo