Butantan entrega mais 1,5 milhão de doses da CoronaVac

Publicado em 12/04/2021 - 20:36 Por Eliane Gonçalves - Repórter da Rádio Nacional - São Paulo

O Instituto Butatan entregou nessa segunda-feira mais 1,5 milhão de doses da vacina CoronaVac para o Programa Nacional de Imunização. Com isso, chega a 39,7 milhões o total já entregue pelo laboratório estatal ao governo federal.

No contrato fechado com o Ministério da Saúde está prevista a entrega de 46 milhões de doses até o dia 30 de abril. Mas, para produzir as doses, o Instituto Butantan precisa do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), que é fabricado pelo laboratório Sinovac, na China.

Na semana passada, o presidente do Butantan, Dimas Covas, chegou a dizer que precisou suspender a produção de vacinas por atraso na remessa do insumo pela China. Nessa segunda-feira, ele confirmou a previsão de que um novo lote do insumo deve chegar em São Paulo, mas só na semana que vem, dia 20 de abril. São esperados três mil litros do IFA, quantidade suficiente para produzir cerca de 5 milhões de doses.

Mesmo assim, Dimas Covas garantiu que vai conseguir cumprir o contrato com o Ministério da Saúde.

Segundo o próprio Dimas Covas, da chegada do insumo até a liberação das vacinas prontas, o Instituto Butantan precisa de um prazo de 15 dias de produção. Além do lote de IFA aguardado para o dia 20, o Butantan espera outra remessa de três mil litros, ainda sem data marcada.

Além dos 46 milhões doses que precisam ser entregues até o dia 30 de abril, o Butantan começa a entregar a partir de maio outros 54 milhões de doses para o PNI.

Hoje, cerca de 90% das vacinas contra covid-19 disponíveis no Brasil são produzidas pela estatal paulista.

No começo do mês, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, calculou que o PNI deve receber 25,5 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 em abril. O montante é pouco mais da metade da previsão inicial de 47 milhões de doses para esse mês.

Edição: Roberto Piza/ Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, morre aos 41 anos

Bruno Covas descobriu o câncer em outubro de 2019. O quadro exigiu várias sessões de quimioterapia em um tratamento que seguiu até o começo de 2020. Em abril deste ano, exames constataram que a doença havia se espalhado para o fígado e os ossos.

Baixar arquivo
Geral

Governo restringe entrada de estrangeiros vindos da Índia

Após recomendação da Anvisa, o governo federal proibiu temporariamente a entrada no país de passageiros estrangeiros de voos com origem ou passagem pela Índia, pelo Reino Unido, pela Irlanda do Norte e pela África do Sul.

Baixar arquivo
Geral

Quadro de saúde de Bruno Covas é irreversível, segundo boletim médico

Covas soube que estava com câncer entre o esôfago e o estômago em 2019. Internado desde 02 de maio no hospital Sírio-Libanês, ele está sedado e acompanhado de familiares.

Baixar arquivo
Saúde

Município de Botucatu realiza vacinação em massa

A iniciativa consiste em estudo da vacina produzida pelo laboratório Astrazeneca; e é resultado de parceria entre a Prefeitura, Governo Federal, Unesp, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu e Fundação Gates.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro tem melhora no risco da pandemia

A região norte saiu da bandeira laranja e passou para a amarela, risco baixo; e a região litorânea foi da laranja para a vermelha. Com as mudanças o estado fica na bandeira laranja, que indica risco moderado.

Baixar arquivo
Política

Corpo de Picciani é cremado em cerimônia no Rio de Janeiro

Jorge Picciani morreu aos 66 anos, na madrugada dessa sexta-feira, no hospital Vila Nova Star, em  São Paulo, onde estava internado desde o dia 8 de abril, para tratar de um câncer na bexiga.

Baixar arquivo