AM: Vigilância em Saúde alerta para risco de doenças devido às cheias

Publicado em 07/05/2021 - 21:43 Por Daniella Longuinho - Repórter da Rádio Nacional* - Brasília

A transmissão de doenças é um dos problemas que vem junto com as cheias dos rios no norte do país. Segundo o último relatório da Defesa Civil do Amazonas divulgado nessa semana, 22 municípios do estado estão em situação de transbordamento; 20 em emergência, três em alerta e oito em estágio de atenção devido à subida dos rios.

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas alerta para o risco de transmissão de doenças, apesar de alguns indicadores apresentarem redução no número de contaminados em comparação com o ano passado.

O gerente de doenças transmissíveis da fundação, Alexsandro Melo, explica que o órgão faz o monitoramento para evitar doenças como diarreia e hepatite A, por exemplo. Segundo o gestor, já foram doados mais de 1,5 milhão de frascos de hipoclorito, substância utilizada para fazer o tratamento da água para consumo humano.  Alexsandro Melo também destacou o risco de doenças transmitidas por animais.

Vale lembrar que os cuidados para evitar doenças também devem ser mantidos no momento em que as águas começam a baixar. A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas faz um alerta: a população deve ficar atenta durante a limpeza das residências, para a presença de animais peçonhentos.

Nesta sexta-feira, o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, e técnicos do Ministério do Desenvolvimento Regional desembarcaram em Manaus para apoiar ações de respostas às inundações ocorridas nas últimas semanas.

De acordo com o monitoramento realizado pelo governo federal, as bacias hidrográficas dos rios Negro, Solimões e Amazonas apresentam situação crítica, podendo atingir níveis maiores do que o esperado. O nível de água do Rio Negro em Manaus, por exemplo, está próximo do registrado em 2012, quando houve uma cheia histórica.

O Ministério do Desenvolvimento Regional informa que já repassou R$ 14 milhões para ações de combate aos efeitos das cheias em 11 municípios.

 

*Com produção de Michele Moreira.

Edição: Raquel Mariano/ Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Polícia Federal faz operação contra corrupção na Petrobras

A Polícia Federal cumpriu nesta sexta-feira (18) três mandados de busca e apreensão contra suspeitos de corrupção e lavagem de dinheiro na antiga Diretoria de Abastecimento da Petrobras.

Baixar arquivo
Geral

Rio anuncia vacinação de maiores de 18 anos até 31 de agosto

A cidade do Rio de Janeiro vai vacinar todas as pessoas com 18 anos ou mais até o próximo dia 31 de agosto. O calendário de vacinação foi antecipado em um mês e 21 dias.

Baixar arquivo
Geral

Universo: Entenda como as constelações são batizadas

Cassiopeia, Carina, Fenix...Estes nomes te remetem a alguma coisa? Não? E Andrômeda?! Este você conhece? Todos estes são nomes de constelações. Andrômeda está entre as mais famosas, e inspira obras de ficção científica.

Baixar arquivo
Política

Deputados voltarão a analisar MP sobre privatização da Eletrobras

O Senado aprovou nessa quinta-feira (17) a Medida Provisória que viabiliza a privatização da Eletrobras, a maior empresa de energia elétrica da América Latina. 

Baixar arquivo
Esportes

Brasil vence Peru por 4 a 0

O Brasil ganhou do Peru por 4 a 0, nesta quinta-feira (17), pela Copa América. Já a Colômbia e a Venezuela empataram em 0 a 0.

Confira as notícias do futebol com Bruno Mendes.

Baixar arquivo
Justiça

STF proíbe manutenção de empregos de aposentados em estatais após 2019

O plenário do Supremo Tribunal Federal decidiu que o vínculo empregatício de funcionários de empresas estatais deixa de existir para todos os que se aposentaram depois da reforma da previdência de 2019.

Baixar arquivo