Distrito Federal amplia medidas de flexibilização do isolamento

Publicado em 03/05/2021 - 19:55 Por Gésio Passos - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O governo do Distrito Federal ampliou as medidas de flexibilização do isolamento para funcionamento do comércio, bares e restaurantes a partir desta segunda-feira.

O toque de recolher foi diminuído, valendo agora de meia-noite às 5h. Bares e restaurantes vão poder funcionar até às 23h e entregas, até meia-noite. A venda de bebidas alcoólicas também poderá ser feita até às 23h.

Shoppings centers e centros comerciais estão autorizados a abrir de 10h às 22h. Os circos também vão poder funcionar com 50% da capacidade e seguindo os protocolos, como já acontecia para cinemas e teatros.

O secretário chefe da Casa Civil do DF, Gustavo Rocha, diz que a flexibilização ocorreu a partir dos dados de diminuição do índice de contaminação e hospitalização pela covid, mas que ainda é preciso se proteger.

Na tarde desta segunda-feira, 133 pessoas aguardavam por uma vaga em UTI no Distrito Federal, sendo 34 pessoas com covid.

O governo de Brasília também afirmou que na sexta-feira será inaugurado um hospital de campanha com 100 leitos com respiradores na região administrativa do Gama.

E com a chegada de 90 mil doses de vacinas contra a covid, nesta segunda-feira, a Secretaria de Saúde deu início ao agendamento das pessoas com comorbidades. Já podem se cadastrar pessoas com síndrome de down, inscritos no BPC, pacientes em hemodiálise, gestantes com comorbidades e doenças imunossupressoras.

Nesta terça-feira, será agendada a vacinação para um novo grupo de profissionais de saúde e na quarta,  pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos. O cadastro pode ser feito no site vacina.saude.df.gov.br.

Já em relação aos rodoviários, que entraram em greve nesta segunda-feira pedindo a vacina contra a covid, o governo do DF afirmou que não há previsão de vacina para este público, de acordo com o plano nacional de imunização do Ministério da Saúde. Devem ser vacinados os rodoviários que já se encaixam em outros critérios, como idade e comorbidades.

Edição: Raquel Mariano/ Beatriz Arcoverde

Últimas notícias
Saúde

Nova variante da Covid chega a Bélgica e preocupa Europa

De acordo com o Ministério da Saúde belga, trata-se de alguém que veio do exterior não vacinado e que testou positivo no dia 22 de novembro

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz submete à Anvisa pedido de registro com IFA nacional

A Fundação Oswaldo Cruz submeteu, nesta sexta-feira, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária, pedido de inclusão de Biomanguinhos como unidade produtora do IFA, Ingrediente Farmacêutico Ativo, utilizado para fabricação do imunizante.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro entra na bandeira verde do risco Covid

Os dados estão no novo Mapa de Risco e mostram que, pela primeira vez, o risco de transmissão da Covid estão muito baixos no estado.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro vacina mais de 67 mil pessoas em um único dia

Prefeitura faz campanha para vacinação contra a Influenza A. Qualquer pessoa, a partir dos seis meses de idade, pode ser vacinada.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Amapá lança campanha de registro civil de pessoas trans

Para mudar o nome que está registrado na certidão de nascimento, é só ir a um cartório e fazer a solicitação, sem a necessidade comprovação de cirurgia de mudança de sexo ou decisão judicial.

Baixar arquivo
Geral

Pesquisa diz que 48% dos entrevistados viajaram de avião na pandemia

O levantamento, feito pelo Conselho Internacional de Aeroportos, indicou que quase metade das pessoas ouvidas viajaram desde o início da pandemia e têm maior probabilidade de viajar de avião novamente.

Baixar arquivo