CPI da Pandemia: 305 mil mortes poderiam ter sido evitadas, diz médica

Pesquisadores defenderam medidas de contenção e distanciamento social

Publicado em 24/06/2021 - 19:25 Por Leandro Martins, da Rádio Nacional - Brasília

Durante a CPI da Pandemia, no Senado, nesta quinta-feira, pesquisadores defenderam que as medidas de contenção e distanciamento social sejam reforçadas no país para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Em depoimento à Comissão, Jurema Werneck, médica representante do movimento Alerta, ressaltou que medidas simples, que deveriam ter sido adotadas desde o início da pandemia, ainda são válidas para reduzir o número de casos novos.

A médica também apresentou dados que apontam que 305 mil mortes poderiam ter sido evitadas no Brasil durante os primeiros 12 meses da pandemia da covid-19. Jurema Werneck afirmou que muitas dessas pessoas não buscaram auxílio médico, e outras, que procuraram o sistema público de saúde, encontraram os postos superlotados.

Também foi ouvido pela CPI o epidemiologista e pesquisador da Universidade Federal de Pelotas, Pedro Hallal. Ele afirmou que não se pode falar em ondas da pandemia da Covid aqui no Brasil:

Antes do início dos depoimentos, os parlamentares discutiram sobre a entrevista dada, nessa quarta-feira, pelo deputado federal Luís Miranda, do Democratas do Distrito Federal, que apontou supostas irregularidades no contrato para a compra de 20 milhões de doses da vacina Covaxin, que é produzida pela indiana Bharat Biotech. O irmão dele, Ricardo Miranda, que é servidor o Ministério da Saúde, denunciou ter sofrido pressão para liberar a vacina.

Após as declarações do deputado, o governo informou que vai pedir que a Polícia Federal e a Controladoria Geral da União investiguem o caso, que foi classificado como, no mínimo, “denunciação caluniosa” pelo ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni.

Por causa disso, o relator da CPI, o senador Renan Calheiros, quer convocar Onyx para falar à CPI. O requerimento pode ser votado nesta sexta, quando devem prestar depoimento os irmãos Luis Miranda e Ricardo Miranda, além do assessor do Palácio do Planalto Filipe Martins.

Edição: Bianca Paiva e Luiz Claudio Ferreira

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Há 100 anos era descoberta a insulina importante tratamento à diabetes

De sentença de morte a uma doença tratável. A vida de quem sofria com diabetes mellitus ganhou um novo rumo com a descoberta da insulina.

Baixar arquivo
Economia

Receita Federal paga o terceiro lote de restituição do IRPF 2021

. Mais de cinco milhões de contribuintes, entre prioritários e não prioritários vão receber um montante de R$ 5,8 bilhões no total.

Baixar arquivo
Cultura

Museu da Língua Portuguesa reabre neste fim de semana, após seis anos

A cerimônia para convidados será neste sábado (31), com transmissão online pelas redes sociais do museu. No domingo (1º) será aberto ao público em geral, com muitas novidades.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Projeto Voo Livre marca o Dia de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

No Brasil, a cada três dias, uma pessoa é presa pela Polícia Federal por crimes contra os Direitos Humanos. Um deles, é o tráfico de pessoas. E para marcar o Dia Mundial e Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, celebrado nesta sexta, foi lançado, pela PF, o projeto Voo Livre.

Baixar arquivo
Saúde

Quatro estados assinam documento da Anvisa para importar Sputnik V

A autorização é válida apenas para os estados que se comprometerem a cumprir 22 compromissos definidos pela Anvisa.

Baixar arquivo