Covid: SP decide antecipar 2ª dose da vacina para grávidas e puérperas

Governo autoriza intercambialidade de vacinas para esse grupo

Publicado em 22/07/2021 - 13:54 Por Nelson Lin - Repórter da Rádio Nacional - São Paulo

O governo de São Paulo decidiu adiantar a vacinação da segunda dose e também permitir a troca da fabricante para quem tomou AstraZeneca para grávidas e puérperas, principalmente devido ao avanço da variante Delta no estado. Até o momento, o governo confirma nove casos da variante por transmissão comunitária.

A Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo reafirmou em uma nota a importância dessas mulheres se vacinarem, uma vez que houve aumento no número de mortalidade materna por covid-19, saltando de 462 casos em 2020 para 1.204 casos em 2021.

A coordenadora científica da associação, Silvana Maria Quintana, explica que houve apenas um caso de morte por vacina da AstraZeneca no mundo e que por segurança essa intercambialidade das vacinas está sendo estudada em todo o mundo e que diante da situação do avanço de variantes é necessário que as grávidas e mulheres que acabaram de ter bebê completem o ciclo de vacinação.

Além de São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás também já adotam essa chamada intercambialidade das vacinas para grávidas e puérperas. De acordo com dados da secretaria estadual de saúde, cerca de 8.800 grávidas que já receberam a AstraZeneca deverão receber vacina de outra fabricante.

A orientação para grávidas e puérperas que forem tomar a primeira dose agora é que elas tomem outra vacina que não seja a da AstraZeneca.

O Ministério da Saúde foi procurado para comentar se haverá mudanças no Plano Nacional de Imunização para permitir essa intercambialidade nacionalmente, mas não retornou até o fechamento desta matéria.

 

Edição: Nádia Faggiani/ Renata Batista

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Covid: DF começa a vacinar pessoas a partir dos 30 anos nesta terça

DF já registrou 57 casos da variante Delta. Mesmo assim, portaria do governo aumentou de 25% para 30% quantidade de público em eventos esportivos. 

Baixar arquivo
Política

No Alvorada, Jair Bolsonaro recebe o presidente de Portugal

O presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu, nesta segunda-feira, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa. Eles reafirmaram parcerias econômicas e comerciais e reiteraram o compromisso mútuo de promover a recuperação das duas nações no contexto pós-pandemia.

Baixar arquivo
Educação

Programa Água nas Escolas pode construir 2 mil cisternas no Nordeste

Segundo o Ministério da Cidadania, o investimento inicial de R$ 60 milhões vai beneficiar mais de 100 mil alunos em mais de 350 municípios. 

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Programa Criança Protegida é lançado no Paraná

A iniciativa oferece aos estados formação e capacitação de profissionais do Sistema de Garantia de Direitos, para melhorar o atendimento e a assistência aos menores de idade que tiverem os direitos violados.

Baixar arquivo
Segurança

Caso Marielle Franco: MP do Rio pede aumento de pena para Ronnie Lessa

Segundo a denúncia do Ministério Público, Lessa e outros quatro denunciados atuaram para impedir e embaraçar a investigação sobre os homicídios ocorridos em março de 2018.

Baixar arquivo
Política

Rede Nacional: Ministro Fábio Faria detalha privatização dos Correios

O ministro Fábio Faria destacou que o primeiro ponto do projeto de privatização dos Correios trata da universalização dos serviços postais, e deu detalhes sobre os estudos que orientaram o texto que será votado no Congresso.

Baixar arquivo