Anvisa recebe pedido para testes de vacina desenvolvida pela UFMG

Os primeiros testes foram feitos, com sucesso, em primatas

Publicado em 01/08/2021 - 15:22 Por Beatriz Albuquerque - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A  Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, recebeu o pedido para a realização de estudo clínico fase 1 e 2 da vacina contra a covid-19,  SpiNTec, financiado pelo Governo Federal por meio do MCTI, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

A  SpiNTec será um imunizante 100% nacional desenvolvido no Centro Tecnológico de Vacinas, da Universidade Federal de Minas Gerais, e faz parte das 15 estratégias de vacinas da rede de especialistas do MCTI.

A tecnologia da SpiNTec combina diferentes proteínas para formar uma única, artificial. O imunizante será aplicado em duas doses. 

Os primeiros testes foram feitos, com sucesso, em primatas. Agora, os pesquisadores aguardam a aprovação da Anvisa para iniciar os experimentos clínicos em humanos. Se for confirmada a segurança e eficácia dessa vacina, o imunizante tem potencial para chegar ao mercado ainda em 2022. A pesquisa é financiada pelo CNPq, com recursos do MCTI. 

O ministro, astronauta Marcos Pontes, destacou a importância de o Brasil ter uma vacina nacional, 100% produzida no país.

A RedeVírus MCTI, criada em fevereiro de 2020, reúne especialistas que se dedicam a soluções de combate ao coronavírus, como desenvolvimento de vacinas, insumos, fármacos e testes de diagnóstico. 70% de todas as pesquisas de sequenciamento do coronavírus foram feitas por essa rede. 

E o MCTI já começou a estudar a criação e construção do Centro Nacional de Vacinas, em parceria com o Governo de Minas Gerais, UFMG e o Parque Tecnológico de Belo Horizonte. O investimento do governo federal será de 50 milhões e o Governo de Minas deve fazer um aporte de 30 milhões de reais no projeto, que vai ampliar a capacidade de desenvolvimento de vacinas nacionais.

Marcos Pontes destacou que esse centro vai ter potencial para produzir vacinas para muitas doenças e dar apoio técnico e científico para estudos na área de saúde.

Com o apoio financeiro do MCTI, o CT-Vacinas e UFMG concluíram no final de agosto do ano passado um lote piloto do kit sorológico IgG para covid-19, em parceria com a FioCruz. O objetivo deste projeto era ampliar a capacidade de diagnóstico do coronavírus no país. 

Edição: Paula de Castro/ Marizete Cardoso

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Correios fazem leilão de 701 mil itens a partir de segunda-feira (27)

São os chamados refugos, ou seja, produtos que continuam aos cuidados dos Correios, mesmo após várias tentativas de entrega aos destinatários.

Baixar arquivo
Geral

Novo aplicativo do Bolsa Família já tem 200 mil downloads

Quem ainda não tem o aplicativo, pode fazer o download nas lojas virtuais para os sistemas IOS e Android.

Baixar arquivo
Cultura

80% da população ainda ouve rádio, diz pesquisa

É o que aponta o estudo Inside Radio 2021, da Kantar IBOPE Media. E mesmo aumentando a audiência das rádios pelo celular, as pessoas preferem é escutar no aparelho de rádio tradicional.

Baixar arquivo
Cultura

Nova edição da ViradaSP começa neste sábado em Mogi das Cruzes (SP)

Na programação de hoje estão apresentações do rapper Rael, da cantora Adriana Moreira e do cantor e contador de causos Rolando Boldrin, no quadro Rolando Prosa.

Baixar arquivo
Economia

Caixa inicia pagamento da sexta parcela do Auxílio Emergencial

Saques em dinheiro e transferências bancárias para quem nasceu em maio serão liberados no dia 8 de outubro. Valores podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem.

Baixar arquivo
Economia

Fim de ano pode gerar 94 mil vagas de empregos temporários, diz CNC

O cálculo é da CNC, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Economista alerta que a previsão depende do controle da pandemia.

Baixar arquivo