Idosos de 84 a 89 anos podem tomar terceira dose nesta semana no Rio

Publicado em 19/09/2021 - 14:41 Por Tatiana Alves, da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Idosos entre 84 e 89 anos  podem se vacinar com a dose de reforço, de forma escalonada por idade, a partir desta semana , na capital fluminense. Também a partir de segunda e terça-feira, pacientes com alto grau de imunossupressão, maiores de 60 anos , também poderão se vacinar. Na quarta-feira, aqueles de 40 anos ou mais.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde do Rio, o intervalo mínimo entre a aplicação da segunda dose ou dose única e a dose de reforço é de três meses para idosos e de 28 dias para pessoas com alto grau de imunossupressão. Apenas idosos que tomaram a primeira e segunda doses no município do Rio poderão tomar a dose de reforço na cidade.

As unidades de saúde continuam aplicando a segunda dose, conforme a data estipulada no comprovante de vacinação da primeira. O município recebeu neste sábado nova remessa de CoronaVac e a segunda dose deste imunizante volta a ser aplicada nesta semana.

* Com informações da Agência Brasil

Edição: Roberto Piza

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Estações do BRT vão receber pontos de vacinação no Rio de Janeiro

A partir desta terça-feira, quatro estações do sistema BRT, ônibus articulados que circulam no município do Rio, vão receber postos itinerantes para aplicação da primeira e segunda doses da vacina contra a Covid.

Baixar arquivo
Educação

Educação: 91% da rede pública quer fazer faculdade, diz estudo da CNI

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria ouviu 2 mil alunos do Ensino Médio de São Paulo e Mato Grosso do Sul, que falaram sobre as mudanças no novo Ensino Médio que vão passar a valer em 2022. 

Baixar arquivo
Educação

Como lidar com a ansiedade na hora do Enem

À medida que o Exame Nacional do Ensino Médio se aproxima, aumentam a ansiedade e o nervosismo de muitos candidatos. O que é natural, já que o desempenho nessas provas pode definir o futuro profissional de muita gente.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Próximo à COP26, governo cria comitê sobre mudanças climáticas

Também foi criado nesta segunda-feira (25) o Programa Nacional de Crescimento Verde, coordenado pelos ministérios do Meio Ambiente e da Economia. A iniciativa tem como objetivo aliar a redução das emissões de carbono, conservação de florestas e uso racional de recursos naturais com geração de emprego verde e crescimento econômico.

Baixar arquivo
Economia

Estudo da UFSCar aponta que 3/4 do comércio de vizinhança é de comida

ma pesquisa da Universidade Federal de São Carlos, em São Paulo, analisou esse tipo de comércio, tanto em edifícios residenciais quanto em um condomínio de casas, de abril a novembro do ano passado. E descobriu que a cada quatro vizinhos comerciantes, três vendem algum tipo de alimento.

Baixar arquivo
Política

Justiça Eleitoral vai centralizar dados sobre direitos políticos

São aqueles que definem em que casos as pessoas não podem votar ou em que situações elas não podem ser eleitas. Para isso, o Infodip, Sistema de Informações de Óbitos e Direitos Políticos, passará a ser centralizado no Tribunal Superior Eleitoral, em vez de ficar dividido entre os tribunais regionais.

Baixar arquivo