IFA produzido no Brasil passa por controle de qualidade nos EUA

Publicado em 23/10/2021 - 13:08 Por Lígia Souto - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Dois lotes de pré-validação do Ingrediente Farmacêutico Ativo, produzido no Brasil, foram encaminhados pela Fiocruz para controle de qualidade externo nos Estados Unidos. O IFA é o insumo necessário para a fabricação de vacinas contra a covid-19. Nos laboratórios norte-americanos, a remessa vai passar por um processo complexo de testagens, que envolve 14 etapas, sendo a mais longa delas com duração de 56 dias. Antes de seguir para os Estados Unidos, os lotes foram aprovados em todos os testes internos de qualidade.

O conjunto de ensaios vai permitir, segundo a Fundação, comparar o IFA nacional com o estrangeiro, garantindo que a matéria prima produzida no Brasil pelo Instituto Bio-Manguinhos, da Fiocruz, possui os mesmos padrões de qualidade e segurança dos insumos importados por meio da Encomenda Tecnológica firmada com a Astrazeneca.

A produção do IFA nacional teve início em 21 de julho. As primeiras etapas consistem na produção de lotes de pré-validação e de validação, que são submetidos a um rígido controle de qualidade. Ao todo, são mais de 80 testagens ao longo de todo o processo produtivo do ingrediente.

Em paralelo ao início da avaliação externa, está em andamento a produção de outros quatro lotes do insumo. Até o fim deste ano, Bio-Manguinhos prevê dispor, dentre lotes de IFA produzidos e em processo, o equivalente a mais de 30 milhões de doses.

A previsão é de que a submissão do pedido de alteração de registro da vacina à Agência Nacional de Vigilância Sanitária, contemplando o novo local de fabricação do IFA, ocorra em novembro. Somente após o deferimento da Anvisa, será possível disponibilizar vacinas nacionais ao Ministério da Saúde. Neste momento, portanto, ainda não é possível afirmar o quantitativo nacional que estará liberado ainda este ano. Enquanto isso, a Fiocruz vai continuar recebendo remessas de IFA importado, garantindo produção e fornecimento contínuo de vacinas contra covid-19 ao Programa Nacional de Imunizações. Ao todo, já foram disponibilizadas mais de 113 milhões de doses.

Edição: Sâmia Mendes / Naitê Almeida

Últimas notícias
Geral

Vale do Anhangabaú é reaberto hoje ao público

O consórcio Viva o Vale, empresa que ganhou a concessão por 10 anos, assumirá o local a partir de hoje para administrar e cuidar da manutenção.

Baixar arquivo
Geral

Tarifa Social: Aneel regulamenta inclusão automática de beneficiários

O programa beneficia atualmente cerca de 12 milhões de famílias beneficiadas pela tarifa; a expectativa do governo é que mais de 11 milhões tenham acesso ao benefício.

Baixar arquivo
Saúde

Nove estados têm mais de 90% da população vacinada com a primeira dose

Entre os estados que conquistaram o resultado da vacina contra covid-19 estão: Santa Catarina, Roraima, São Paulo, Espírito Santo, Paraná e Minas Gerais.

Baixar arquivo
Esportes

Time Brasil conquista 77 vagas para os Jogos Pan-Americanos Santiago

As vagas garantidas foram em 14 modalidades: atletismo, ginástica rítmica, ginástica de trampolim, handebol, judô, karatê, natação, patinação velocidade, skate, taekwondo, triatlo, vôlei, vôlei de praia e wrestling.

Baixar arquivo
Esportes

Confira resultados dos jogos de domingo e próximas partidas do futebol

O Atlético Mineiro bateu o Bragantino de virada por 4 a 3. O Bahia venceu o Fluminense por 2 a 0.  Corinthians e Grêmio ficaram em 1 a 1. Ceará e América Mineiro ficaram no 0 a 0.

Baixar arquivo
Esportes

Vôlei sentado brasileiro projeta mais treinos e campeonatos até Paris

Após a conquista da medalha de bronze entre as mulheres na Paralimpíada de Tóquio, o vôlei sentado brasileiro terá novidades no ciclo de Paris. Modalidade fechou patrocínio com multinacional do ramo automobilístico.

Baixar arquivo