Podcast Entrevista é Nacional: Maio Roxo e as doenças intestinais

Publicado em 25/05/2022 - 19:38 Por Entrevista é Nacional - Rádio Nacional - Brasília

A campanha Maio Roxo conscientiza a população sobre as doenças inflamatórias intestinais (DII). Com causa desconhecida, essas doenças atingem mais adultos jovens na segunda e na terceira década de vida.

No Entrevista É Nacional, o membro titular da Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), Idblan Carvalho, detalha os sintomas, o caminho até o diagnóstico e o tratamento das doenças de Crohn e da retocolite.

Segundo o especialista, o diagnóstico precoce é essencial para o acompanhamento do quadro inflamatório.

Entrevista é Nacional
Entrevista é Nacional - Arte EBC

Edição: Rádio Nacional / Alessandra Esteves

Últimas notícias
Economia

Doação de pessoa para campanha via PIX só pode ser feita pelo CPF

A decisão por unanimidade foi do plenário do Tribunal Superior Eleitoral na sessão desta sexta-feira.

Baixar arquivo
Saúde

Novos casos de Varíola dos Macacos foram confirmados no Rio de Janeiro

Com isso subiu para treze o número de notificações oficiais, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde.

Baixar arquivo
Internacional

Terremoto de magnitude 6,0 deixa pelo menos cinco mortos no Irã

O Irã está localizado à beira de várias placas tectônicas e é atravessado por falhas. O que faz o país ter uma alta atividade sísmica.

Baixar arquivo
Cultura

Cem anos do rádio no Brasil: os programas de calouros

O primeiro programa de calouros do rádio brasileiro, A Hora dos Calouros, foi criado na Rádio Cruzeiro do Sul, em São Paulo. Os concursos faziam as audiências aumentarem consideravelmente e, junto com elas, as verbas publicitárias.

Baixar arquivo
Saúde

Biomédicos estão autorizados a prescrever suplementos alimentares

Três categorias de biomédicos estão autorizados a prescrever suplementos alimentares: os profissionais habilitados em Acupuntura, Biomedicina Estética ou em Fisiologia do Esporte e da Prática do Exercício Físico. Antes, apenas médicos, nutricionistas e farmacêuticos tinham liberação para indicar esses produtos.

Baixar arquivo