Fiocruz vai participar de missão humanitária ao povo Yanomami

Publicado em 24/01/2023 - 16:06 Por Tâmara Freire - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

A Fundação Oswaldo Cruz vai participar da missão assistencial ao povo Yanomami que está sendo coordenada pelo Governo Federal. 

O território indígena vive uma situação de emergência de saúde, com milhares de crianças e idosos em situação de desnutrição severa, além de muitos casos de adoecimento, infecção por malária e contaminação por mercúrio.

Os problemas que afetam os yanomamis se agravaram com o avanço de garimpeiros ilegais sobre suas terras nos últimos anos e o enfraquecimento das políticas de assistência, de acordo com o governo.

O Ministério dos Povos Indígenas estima que apenas no ano passado 99 crianças menores de 4 anos morreram de causas evitáveis no território yanomami, que é a maior reserva indígena do país e fica no estado de Roraima, na fronteira com a Venezuela. 

O conselho deliberativo da fundação se reuniu nesta terça-feira (24) para alinhas as ações institucionais. Mas o presidente da Fiocruz, Mario Moreira, já havia adiantado que é possível contribuir com ações tanto emergenciais, quanto estruturantes nas áreas de diagnóstico laboratorial, vigilância ambiental e em saúde e suporte logístico. Ele reforçou também que a Fiocruz dará contribuições imediatas, com todos os ativos científicos e tecnológicos. A instituição é a principal referência do Brasil em emergências sanitárias e de saúde, e era presidida até o ano passado pela atual Ministra da Saúde, Nísia Trindade.

Neste momento, pelo menos um profissional da Fiocruz já atua na região: o infectologista André Siqueira, pesquisador do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, que faz parte da comitiva da Organização Pan-Americana da Saúde.

O instituto da Fiocruz já realiza estudos sobre a malária em Roraima. Grupos da sociedade civil também estão organizando ações assistenciais. A ong ação da cidadania já arrecadou 50 toneladas de alimentos e 17 delas serão levadas para o território yanomami ainda esta semana.

Quem quiser fazer doações pode enviar quantias em dinheiro para a chave PIX "sos@acaodacidadania.org.br" ou pelo site www.acaodacidadania.org.br

Edição: Raquel Mariano / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Segurança

Perfis bloqueados no X por ordem judicial ainda fazem transmissões

Isso é o que diz um relatório parcial da Polícia Federal (PF) aberto para investigar o empresário norte-americano e dono do antigo Twitter, Elon Musk. Foi constatado ainda que os perfis interagem com usuários brasileiros.

Baixar arquivo
Justiça

E-mail indica que Samarco conhecia risco de colapso em Mariana

Um e-mail enviado por um ex-executivo da mineradora inglesa BHP ao conselho de administração da Samarco está sendo utilizado pela defesa dos atingidos pela tragédia de Mariana (MG) como prova de que a empresa sabia dos riscos de rompimento da barragem.

Baixar arquivo
Saúde

Mortes por dengue em 2024 já superam as do ano passado em 37%

São 1.601 óbitos confirmados neste ano. Outras 2 mil mortes estão em investigação, e o total de casos da doença já passa de 3,5 milhões.

Baixar arquivo
Cultura

Programação do aniversário de Brasília tem show de Alok neste sábado

O palco para a atração do DJ é em formato de pirâmide e tem quase 30 metros. O show dele deve ocorrer a partir das 21h30, mas antes disso já vai ter muita música por lá. 

Baixar arquivo
Justiça

Nunes Marques prorroga prazo para pagamento de dívida de MG com União

O ministro do Supremo Tribunal Federal prorrogou por mais 90 dias o prazo para Minas Gerais pagar a sua dívida com a União. Esse prazo se encerraria neste sábado (20).

Baixar arquivo
Geral

Governo recua e Petrobras pode pagar 50% de dividendos extraordinários

A decisão veio nessa sexta-feira (19), após reunião do Conselho de Administração da empresa e será levada à Assembleia Geral marcada para a próxima quinta, dia 25.

Baixar arquivo