Operação busca desarticular quadrilha de adulteração de combustíveis

O grupo teria movimentado quase R$ 4,8 bilhões

Publicado em 15/03/2021 - 21:55 Por Eliane Gonçalves - São Paulo

A Receita Federal, a Polícia Rodoviária Federal e o Ministério Público de São Paulo tentam desmontar uma organização criminosa que teria movimentado algo como R$ 4,8 bilhões adulterando combustíveis.

Nessa segunda-feira foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, nove em São Paulo e dois em Mato Grosso.

Segundo as investigações, as empresas recebiam a autorização da Agência Nacional do Petróleo (ANP) para a importação de nafta para uso na indústria petroquímica, mas a substância era adicionada ao combustível. A nafta é semelhante à gasolina, mas de custo menor e muito mais poluente.

O grupo também fraudava o Arla 32, um aditivo para o óleo diesel que ajuda a reduzir a  emissão de partículas no meio ambiente.

A superintendente adjunta da Receita Federal em São Paulo, Mirela Batista, explicou que o esquema envolve um empresário que usa contas laranjas para receber recursos da organização. O empresário não foi identificado, mas estaria na lista dos grandes devedores da receita. Segundo a superintendente, o esquema desviou 270 milhões de reais apenas em sonegações fiscais.

Os mandados cumpridos nessa segunda-feira fazem parte da segunda fase da operação Arinna. O grupo vem sendo investigado desde o ano passado. Os envolvidos já respondem por alteração de combustível e falsidade ideológica. Agora o Ministério Público deve fazer novas denúncias. Os investigadores falam em centenas de postos que receberam combustível adulterado.

Edição: Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Prefeitura do Rio reduz restrições e autoriza atividades coletivas

A Prefeitura do Rio de Janeiro avançou na flexibilização das restrições para conter a pandemia de covid-19. Agora é permitido fazer atividades coletivas tanto em espaços públicos, quanto em áreas particulares. Mas a permanência nesses locais, apenas por lazer continua vetada.

Baixar arquivo
Saúde

Brasil receberá 15,5 milhões de doses da vacina da Pfizer até junho

Quase dois milhões de doses da vacina da Pfizer serão antecipados ao Brasil, entre abril e junho.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Brasil e União Europeia realizam encontro sobre mudanças climáticas

A ideia do encontro foi estabelecer um diálogo político sobre as mudanças climáticas e o desenvolvimento sustentável. 

Baixar arquivo
Política

Senado debate projeto que proíbe reajuste de medicamentos na pandemia

A correção nos preços é autorizada anualmente e definida pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, ligada ao Ministério da Justiça.

Baixar arquivo
Geral

Cheia do Rio Negro pode afetar quatro mil pessoas em Manaus

De acordo com boletim do Serviço Geológico do Brasil, o rio Negro segue em processo de enchente, subindo a uma média de 5 cm por dia, considerado alto para o período.

Baixar arquivo
Esportes

A 100 dias de Tóquio, Brasil já confirmou 200 vagas em 21 modalidades

A 100 dias dos jogos de Tóquio, o Brasil já confirmou 200 vagas em 21 modalidades e ainda tem chance de classificação em mais 30. Saiba mais com Astrid Nick. 

Baixar arquivo