PA, SC, RS e DF registram queda nos índices de criminalidade

Publicado em 13/04/2021 - 16:52 Por Leandro Martins, Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Alguns estados brasileiros apontaram queda na criminalidade no mês passado. Um dos que registrou redução foi o Pará. Segundo dados da secretaria estadual de segurança, diminuíram as ocorrências nos CVLI - Crimes Violentos Letais Intencionais, que são homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte.

Os números desse tipo de crimes foram quase os mesmos de março do ano passado, mas 37% abaixo do mesmo mês de 2018.  Ainda de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Pará, março de 2021 teve a segunda melhor queda na criminalidade para o mês desde 2010.

Para o secretário de segurança pública do Estado, Ualame Machado, a redução dos crimes está relacionada ao trabalho da polícia, mais do que a chegada da pandemia.

Já em Santa Catarina, os índices de criminalidade caíram no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2020. Dados da segurança pública apontam queda de 30% nos roubos e furtos e de 20% nos homicídios. Para o secretário de Segurança, Charles Vieira, esses dados não têm relação direta com a pandemia de coronavírus.

No Rio Grande do Sul, a pandemia da covid-19 também teve impacto nos indicadores criminais, como o latrocínio, que é o roubo seguido de morte, que caiu em quase 90%, em março, e atingiu o menor nível da série histórica, iniciada em 2002. O secretário de Segurança Ranolfo Vieira, destaca a queda no número de feminicídios e outros crimes, em relação a março de 2020:

Para o professor de Gestão Pública da FGV e membro do Fórum Nacional de Segurança Pública, Rafael Alcadipani, a redução de crimes, principalmente contra o patrimônio, tem mais relação com a pandemia do que com a atuação da polícia.

Mas o secretário de segurança pública do Distrito Federal, Júlio Danilo, discorda da relação entre pandemia e redução dos crimes. Apesar de o mês de março ter apresentado o menor número de homicídios dos últimos 22 anos, ele argumenta que em 2019, portanto antes do surgimento do coronavírus no país, o DF tinha registrado a menor taxa em 35 anos. O secretário considera que o alto percentual de resolução de crimes contra a vida, pela polícia civil brasiliense, foi decisivo. Ele justifica que a identificação e a prisão de autores desse tipo de crime impediram a reincidência.

Edição: Nadia Faggiane/ Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Internacional

Mãe poderá concluir curso de medicina perto da família, decide Justiça

Ser médica, casar e ter filhos. Esses eram os sonhos da Ana Luísa Guedes. Em 2018, tudo parecia estar indo exatamente como planejou: a brasiliense passou no vestibular e estava cursando medicina numa universidade federal em Niterói.

Baixar arquivo
Saúde

Média de idade das vítimas da covid-19 no país cai quase oito anos

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Fiocruz nessa sexta-feira (7), esse não é o único dado que mostra que a pandemia está atingindo grupos mais jovens da população.

Baixar arquivo
Justiça

Sobe para 29 número de mortos em operação no Jacarezinho

Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro está investigando as circunstâncias das mortes na ação policial no Jacarezinho para apurar se houve violações a direitos durante a ação.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Três navios são apontados como suspeitos por derramamento de óleo

As conclusões estão no inquérito da Polícia Federal sobre o caso. De acordo com a Marinha, os principais suspeitos são o Navio-Tanque Bouboulina, o Navio Tanque City Of Tokyo e o Navio Tanque Godam.

Baixar arquivo
Cultura

Orquestra Afro-Brasileira fará apresentação virtual pelo 13 de maio

 A apresentação da Orquestra Afro-Brasileira será exibida no dia 13 de maio, no canal Cultne, a partir das 19h, no Youtube.

Baixar arquivo
Geral

Covid: hospital reúne cartas afetivas para pacientes e profissionais

Envio pode ser feito de todo o Brasil, por e-mail, para o Hospital Universitário de Brasília. Mensagens incentivam equipes e tornam internação de infectados menos solitária.

Baixar arquivo