MP, polícias civil e militar apuram mortes no Complexo do Salgueiro

Publicado em 23/11/2021 - 16:41 Por Solimar Luz - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Continuam as investigações sobre as mortes no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Segundo informações da Polícia Civil, entre os oito homens encontrados mortos ontem em uma área de mangue da comunidade, cinco tinham anotações criminais.

No domingo, véspera da localização dos corpos, o Bope - Batalhão de Operações Especiais, foi acionado em apoio a PMs atacados por um grupo armado. O Sargento Leandro da Silva, de 40 anos, morreu baleado, após a troca de tiros em uma área de mata da comunidade.

Parentes das vítimas acusam policiais de cometerem excessos. Também denunciaram tortura, informação que o Ministério Público e a Polícia negaram, após  o início do trabalho de perícia.

Os corpos estão sendo periciados para que as causas e circunstâncias das mortes sejam apuradas, com acompanhamento de um perito legista designado pelo Ministério Público.

A Defensoria Pública do Rio informou que o órgão está em contato com as lideranças comunitárias do Complexo do Salgueiro para prestar orientações necessárias.

Em nota, a Defensoria ressaltou que houve descumprimento da decisão do Supremo tribunal Federal, que determina prévia comunicação de operações em comunidade, o que aconteceu, mas horas após os policiais chegarem ao Salgueiro.

Também em nota, a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que após o conhecimento da localização  dos corpos, no Complexo do Salgueiro, na manhã de ontem, a corporação deu início a uma ação no local a fim de garantir o trabalho de perícia da Polícia Civil.  Ainda segundo a nota, o comando da corporação instaurou Inquérito Policial Militar para apurar as circunstâncias da ação e colabora inteiramente com as investigações.

A PM também informou que seus agentes foram atacadas e houve confronto com suspeitos que estavam na área de mata. Na ação foram apreendidos duas pistolas, munições calibre 9 mm e de fuzil calibre 762, carregadores para fuzil e pistola, uniforme camuflado -igual ao usado pelos homens mortos durante a operação, grande quantidade de tabletes de maconha, sacolés de um pó branco - similar a cocaína- e material assemelhado ao crack.

Edição: Vitória Elizabeth / Beatriz Arcoverde

Últimas notícias
Política

PEC dos Precatórios é promulgada pelo Congresso Nacional

A proposta aprovada possibilita a mudança no cálculo do teto de gastos e abre um espaço de R$ 106 bilhões no Orçamento da União. Parte dos recursos deverá custear o Auxílio Brasil. 

Baixar arquivo
Saúde

Butantan vai doar 400 mil vacinas de gripe para o Rio de Janeiro

A cidade está com imunização parada há seis dias, por falta de vacinas, e teve 21 mil casos da doença diagnosticados nas últimas três semanas.

Baixar arquivo
Saúde

Pfizer diz que três doses de vacina podem neutralizar variante Ômicron

Estudo preliminar mostrou que duas doses podem não ser suficientes para proteger as pessoas contra a infecção pela nova variante. Ainda assim, as empresas afirmam que duas aplicação são capazes de proteger contra casos graves da doença.

Baixar arquivo
Economia

CNA projeta crescimento de 2,4% no PIB da agropecuária em 2022

A safra 2021/2022 deve chegar a 289 milhões de toneladas, volume 14% maior que a anterior; foram produzidas na safra 2020/2021 252 toneladas de grãos. 

Baixar arquivo
Saúde

Consórcio Nordeste pede cancelamento de festas de Ano Novo e carnaval

O Comitê Científico do Consórcio Nordeste emitiu uma recomendação para que os estados não realizem as festas de Réveillon e o carnaval, uma vez que colocar milhões de pessoas nas ruas, em aglomerações, é assumir um risco.

Baixar arquivo
Internacional

Olaf Scholz é eleito novo chanceler da Alemanha

Aos 63 anos, o ex-ministro das Finanças de Angela Merkel se torna o nono chanceler da Alemanha no pós-guerra. Ele venceu a votação secreta por 395 votos do 736 deputados do plenário.

Baixar arquivo