PM do Rio informa que 13 mil câmeras de uso corporal foram contratadas

Especialista destaca que medida protege a população e os policiais

Publicado em 03/01/2024 - 18:52 Por Carolina Pessoa - repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

A Polícia Militar do Rio de Janeiro confirmou que já conta com mais de 11 mil câmeras de uso corporal e outras 1.660 estão em fase a implantação. No total, 13 mil equipamentos foram contratados. Contudo, a PM não confirmou quando as câmeras entrarão em funcionamento. A medida atende a determinação do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, feita em dezembro de 2022.

A informação da Polícia Militar foi divulgada após a morte de três homens em uma ação do Bope no Complexo de Israel, na Zona Norte do Rio, na última semana. O laudo da necrópsia aponta que dois deles foram mortos com disparos de fuzil.

Inicialmente, o caso foi registrado como auto de resistência. No entanto, imagens divulgadas em redes sociais mostraram que, pelo menos, dois homens estavam rendidos e amarrados com as mãos para trás, dentro de uma casa no local.

Daniel Hirata, professor de sociologia e coordenador do Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos da Universidade Federal Fluminense, ressalta a importância do uso dos equipamentos.

“As câmeras corporais já se demonstraram internacionalmente, e também no Brasil, instrumentos muito eficientes para a proteção tanto da população civil, de possíveis abusos das forças policiais no uso da força, como também para a proteção dos próprios policiais quando do uso devido da força”, aponta Hirata.

O especialista destaca o grande atraso no início do uso dos equipamentos.

“Houve uma decisão, já em 2022, de que o estado do Rio de Janeiro deveria instalar as câmeras em todos os policiais em 180 dias e esse prazo já estourou há mais de um ano e meio”, lembra.

Além da instalação dos equipamentos, a decisão do Supremo determina que as imagens captadas sejam armazenadas e compartilhadas com o Ministério Público, a Defensoria Pública e vítimas de violência policial quando solicitadas.

 

Edição: Roberta Lopes / Fran de Paula

Últimas notícias
Segurança

PF e Antidrogas do Paraguai destroem 800 toneladas de maconha

Mais de 800 toneladas de maconha foram destruídas pela Polícia Federal e a Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai. As entidades trabalham juntas no combate às plantações da droga no país vizinho por meio da operação Nova Aliança, que já teve 43 fases.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

MPF busca anular concessão de blocos de petróleo na Amazônia

O Ministério Público Federal quer anular a concessão de quatro blocos de exploração de petróleo e gás no Estado do Amazonas e entrou com uma ação pedindo que o leilão perca efeito.

Baixar arquivo
Justiça

STF forma maioria para ampliar foro privilegiado

Um pedido de vista do ministro André Mendonça suspendeu o julgamento. A tese do relator, ministro Gilmar Mendes, é a de que o político - que tem o foro privilegiado - continue sendo julgado pelo STF pelos crimes praticados durante o mandato ou que tenham relação com ele mesmo depois da saída do cargo.

Baixar arquivo
Geral

Sobe para 9 o número de mortos em tombamento de ônibus na BR-101

Chega a nove o número de vítimas fatais no tombamento de um ônibus de turismo, na rodovia BR-101, no sul da Bahia.

Baixar arquivo
Economia

Volume de serviços recua 0,9% após três meses de alta

Quatro das cinco atividades investigadas pelo IBGE tiveram queda, entre elas, serviços de aluguel de máquinas e informação e comunicação. Apenas os serviços prestados às famílias registraram variação positiva, de 0,4%.

Baixar arquivo
Geral

Petrobras vai recorrer contra suspensão de conselheiro

O Conselheiro Pietro Adamo Sampaio Mendes foi suspenso provisoriamente nessa quinta-feira (11) pela Justiça Federal de São Paulo depois de ser nomeado para o cargo pelo governo federal.

Baixar arquivo