Amazonas confirma morte de bebê por sarampo

Publicado em 05/07/2018 - 16:20 Por Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil - Brasília

A Secretaria de Saúde de Manaus confirmou hoje (5) a primeira morte por sarampo no Amazonas desde março deste ano. Um menino de 7 meses que ainda não havia sido vacinado morreu no último dia 28 após apresentar sintomas como febre, manchas na pele, tosse e coriza. A criança morava na área limite entre as zonas Norte e Leste, onde se concentram a maior parte dos casos notificados e confirmados.

De acordo com a pasta, há ainda outra morte em investigação em Manaus – uma menina de 9 meses que também não havia sido imunizada. Como, neste caso, não foi feita a coleta de sangue para sorologia, a confirmação deve demorar um pouco mais. A investigação da causa da morte será feita por meio de levantamento de informações junto a familiares. A criança morava na área de abrangência do Distrito de Saúde Oeste.

A morte de uma mulher de 19 anos, até então investigada como suspeita para sarampo, foi descartada pela secretaria.

Emergência

A prefeitura de Manaus decretou, na última terça-feira (3), situação de emergência em razão do surto de sarampo. O decreto tem validade de 180 dias e possibilita a aquisição imediata de bens e serviços necessários em situações de anormalidade.  

Desde o início de março, a capital amazonense registrou 2.231 notificações de casos, com 271 confirmados até o momento. Outros 1.841 seguem em investigação.

Campanha

Diante do aumento de casos, a Secretaria de Saúde antecipou a campanha de vacinação, inicialmente prevista para agosto. Devem receber a dose crianças com idade entre 6 meses e 5 anos. Manaus não registrava casos de sarampo há 18 anos.

Vacinação contra sarampo
A Secretaria de Saúde antecipou a campanha de vacinação, inicialmente prevista para agosto - Valter Campanato

Edição: Sabrina Craide

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Soccer Football - Brasileiro Championship - Palmeiras v Corinthians - Pacaembu Stadium, Sao Paulo, Brazil - November 9, 2019   Palmeiras' Bruno Henrique celebrates scoring their first goal   REUTERS/Rahel Patrasso
Esportes

Rivais divergem sobre testes da covid-19 antes de final do Paulistão

Com time confinado, Corinthians dispensa exames para detectar a presença do novo coronavírus. Palmeiras contesta posição do rival.

Brenda Castillo, líbero, Sesi Vôlei Bauru
Esportes

Sesi Bauru e Montes Claros América investem pesado em reforços

 A renomada líbero dominicana Brenda Castillo retorna ao time paulista. Quem também está de volta é o experiente Tiago Brendle, de 34 anos, que fechou com o clube mineiro.

Comércio da cidade do Rio de Janeiro funciona com restrições
Saúde

Estado do Rio tem 168.064 casos de covid-19 desde início da pandemia

Desde ontem foram registrados 32 óbitos e 839 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. O estado soma agora 13.604 mortes pela doença e 144.850 pacientes recuperados. 

Hospital de campanha do Maracanã no Rio de Janeiro
Justiça

Justiça do Rio impede fechamento de hospitais de campanha

Segundo secretaria, hospitais de São Gonçalo e do Maracanã estão abertos, mas sem pacientes por causa de vagas em unidades regulares da rede estadual.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, fala à imprensa , após reunião com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada
Justiça

Defesa de Onyx assina acordo de não persecução penal com a PGR

Apesar do acordo fechado com a PGR, é necessário que o caso seja analisado pelo Supremo Tribunal Federal. Ministro-relator vai decidir se homologa acordo.

Hospital de campanha para vítima de Covid-19 em Santo André, São Paulo
Saúde

Covid-19: Brasil registra mais 561 mortes; total chega a 94.665

Doença atingiu 2,75 milhões de brasileiros; 69,5% já se recuperaram. Atualmente, 743.334 pacientes estão em acompanhamento.