Covid-19: BNDES e Petrobras promovem ações para prevenir contágio

Estatais adotam teletrabalho para pessoas idosas

Publicado em 16/03/2020 - 10:47 Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A Petrobras e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), duas grandes estatais com sede no Rio de Janeiro, estão tomando medidas preventivas para evitar o contágio pelo Covid-19 entre seus funcionários.

O BNDES iniciou hoje (16) uma simulação de contingência, que vai durar a semana toda. Em comunicado aos funcionários emitido na quinta-feira (12) e disponibilizado para a imprensa, o banco informou que a simulação ocorrerá apenas no Edifício Sede, localizado na Avenida República do Chile, no centro do Rio de Janeiro.

O objetivo é “preparar o Banco, funcionários e suas famílias para possíveis impactos de eventual agravamento da pandemia do Coronavírus”. Foram canceladas todas as viagens nacionais e internacionais e os eventos na sede foram desmarcados até sexta-feira, bem como as visitas de trabalho e participação em eventos externos.

O BNDES vai manter uma equipe de contingência de 400 funcionários trabalhando em regime de home office, “executando os processos críticos do Banco”. Na terça e quarta-feira, outros 1.100 empregados passam a executar suas atividades de casa. E na quinta e sexta-feira, todos os 2.200 empregados passam ao home office orientados pelas chefias, além dos 400 da equipe de contingência.

A orientação do banco inclui que todos os empregados acima de 60 anos, gestantes ou com situação de risco para o Coronavírus deve executar suas atividades de casa durante toda a semana. Os estagiários e menores aprendizes foram liberados por todo o período de simulação.

O BNDES orientou também que os funcionários devem “permanecer em suas residências à disposição da instituição” e que os empregados e familiares que apresentaram algum dos sintomas do Covid-19 devem procurar um médico da Fundação de Assistência e Previdência Social do BNDES.

Petrobras

A Petrobras suspendeu todas as viagens para o exterior, inclusive os treinamentos programados. No território nacional, estão mantidas apenas as viagens prioritárias, para compromissos que não possam ser atendidos por chamada de vídeo ou telefone.

Segundo a empresa, a temperatura dos funcionários está sendo medida no embarque em todos os aeroportos de onde saem voos para as unidades offshore. Quanto a pessoas que retornam do exterior, a trabalho ou de férias, essas devem ficar em home office por sete dias, o que é ampliado para 14 dias caso a viagem tenha sido para países com alto risco de contágio.

A Petrobras também colocou em teletrabalho as pessoas do grupo de risco, como os maiores de 65 anos, quem tenha doença pulmonar obstrutiva crônica, baixa imunidade, insuficiência renal crônica ou tenha feito transplante de órgãos. Nas cidades que tiveram aulas suspensas, os pais e mães de crianças em idade escolar também poderão fazer home office, em acordo com as chefias.

Além disso, a companhia suspendeu temporariamente os eventos e reuniões presenciais com mais de 20 pessoas, incluindo cursos de treinamento, e dará preferência a reuniões online.

Edição: Valéria Aguiar

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias