Pandemia reduz estoques nos bancos de leite do Rio

Prefeitura inicia campanha para incentivar doadoras

Publicado em 20/05/2020 - 08:16 Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Os estoques de leite humano dos bancos de leite municipais do Rio de Janeiro estão baixos devido à queda na doação causada pela pandemia de covid-19. Aproveitando o Dia Mundial de Doação de Leite Materno, comemorado ontem (19), a prefeitura iniciou uma campanha para incentivar as doadoras.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a maternidade Leila Diniz, por exemplo, que recebia de 35 a 40 litros por mês, teve uma redução de 25% em abril. A unidade recolhe a doação em casa de moradoras da Barra, Recreio e Jacarepaguá. O contato para agendamento é feito pelo telefone (21) 3111-4930.

O leite humano é essencial para alimentar os bebês internados em unidades neonatais e que não têm força para mamar no seio materno ou quando as mães não produzem leite o suficiente. O leite doado é pasteurizado e passa por um rígido controle de qualidade. Cada pote de 300 ml de leite humano alimenta até 10 recém-nascidos por dia.

Mais informações sobre como ser doadora de leite humano no site da secretaria.

 

 

Edição: Kleber Sampaio

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias