Rio prorroga campanha de imunização contra a gripe

Objetivo é ampliar cobertura em grupos que não alcançaram meta

Publicado em 02/07/2020 - 17:47 Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro decidiu estender a campanha de vacinação contra a gripe até 10 de julho, ou até quando durarem os estoques do medicamento. Realizada junto com a campanha nacional, que terminou terça-feira (30), a vacinação vai continuar no Rio de Janeiro para que grupos prioritários de maior vulnerabilidade, como os de crianças, gestantes e puérperas, alcancem a cobertura de 90%. 

No período de prorrogação, os 92 municípios fluminenses contam com mais de 1,5 milhão de doses para aplicação nos postos municipais.

Segundo a Gerência de Imunizações da secretaria, até o momento, o estado do Rio registra cobertura vacinal de 75,43% em todos os grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde. No Rio, o público-alvo é de 6,5 milhões de pessoas.

A secretaria recomenda atenção especial para a imunização de crianças de 6 meses a menores de 6 anos, cuja cobertura é de apenas 54,43%, e avisa que os primeiros imunizados deverão retornar à unidade de saúde 30 dias após a primeira dose para receber a segunda. Outros grupos prioritários são o de gestantes, que alcançou somente 49,06% de cobertura, e o de puérperas, com 61,83%.

Valter Almeida, técnico da Gerência de Imunizações, reforça a importância da vacina durante a pandemia do novo coronavírus, dizendo que essa dose ajudar a prevenir a ocorrência de complicações respiratórias causadas pelo vírus da influenza, que provoca a gripe.  “A vacina contribuirá para diminuir a necessidade de assistência médica nos postos de saúde e hospitais, minimizando aglomerações e reduzindo o risco de contaminação pelo novo coronavírus nesses ambientes."

Meta atingida

Segundo a secretatia, o estado do Rio de Janeiro já alcançou a meta de cobertura nos grupos de idosos, profissionais de saúde, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos, que cumprem medidas socioeducativas por terem cometido atos infracionais.

Indígenas e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também atingiram a meta de cobertura.

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Política

Câmara aprova MP amplia uso de assinatura eletrônica

Objetivo da MP é facilitar o uso de documento assinados digitalmente para ampliar o acesso a serviços públicos digitais. Texto segue para o Senado.

la bombonera, estádio do boca juniors
Esportes

Equipes do futebol argentino voltam a treinos presenciais

Após paralisação de cinco meses causada pela pandemia de coronavírus, 16 das 25 equipes da primeira divisão do país sul-americano retornaram às atividades presenciais.

Programa de Incentivo à Cabotagem, BR do Mar,
Geral

Programa de incentivo marítimo BR do Mar é entregue ao Congresso

O governo entregou hoje o projeto de lei BR do Mar - iniciativa que visa expandir o tráfego marítimo de mercadorias em todo o território nacional.

 

cruzeiro guarani
Esportes

Série B: Cruzeiro vence Guarani por 3 a 2 fora de casa

Segunda rodada também teve triunfos de Juventude, Paraná e Botafogo SP, além do empate entre Brasil de Pelotas e Ponte Preta.

Mega-Sena, loterias, lotéricas
Geral

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 12,5 milhões

A quina teve 16 acertadores e cada um vai receber R$ 81.484,20. Os 1.545 ganhadores da quadra receberão o prêmio individual de R$ 1.205,49.

 Esculturas de musas na fachada do prédio da sede do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, zona norte da cidade
Geral

Alerj autoriza repasse de verbas para obras no Museu Nacional

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro autorizou o repasse de verbas complementares para a reconstrução do Museu Nacional, destruído por um incêndio em 2018.