São Paulo bate novo recorde de vacinas aplicadas em um único dia

Mais de 640 mil pessoas foram imunizadas; maioria tomou 1ª dose

Publicado em 11/08/2021 - 15:40 Por Elaine Cruz - Repórter da Agência Brasil - São Paulo
Atualizado em 11/08/2021 - 16:28

Com 640,5 mil doses de vacina contra a covid-19 aplicadas ontem (10), o governo de São Paulo bateu um novo recorde. O recorde anterior havia sido registrado no dia 21 de julho, quando o Vacinômetro apontou 619.249 doses aplicadas nos 645 municípios paulistas.

Segundo o governo paulista, das 640, 5 mil doses aplicadas ontem, mais de 420 mil corresponderam à primeira dose do ciclo de imunização.

Até o momento, o estado já aplicou 41,3 milhões de doses de vacinas, sendo que 26,06% da população paulista já completou o esquema vacinal, ou seja, tomaram duas doses ou foram imunizados com a vacina Janssen, de dose única.

O governo de São Paulo espera concluir a vacinação de pessoas com idade superior a 18 anos até o dia 16 de agosto e então iniciar a vacinação de jovens e adolescentes com idades entre 12 e 17 anos.

Mais vacinas

Segundo o governador de São Paulo, João Doria, o Ministério da Saúde ainda não encaminhou ao estado as 228 mil doses da Pfizer/BioNTech a que o estado teria direito.

“O Ministério da Saúde não entregou as doses que prometeu enviar a São Paulo. O Ministério da saúde não cumpriu o acordo feito verbalmente comigo e com o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, feito pelo ministro Queiroga”, disse Doria hoje, em entrevista coletiva à imprensa.

A Agência Brasil procurou o Ministério da Saúde hoje para confirmar essa informação e a pasta respondeu que “ontem (10) foram entregues 241.020 doses da Pfizer ao estado de São Paulo. As 50 mil doses extras estão contempladas nesta distribuição”.

Na semana passada, o governador reclamou que o estado deveria ter recebido 456 mil doses do imunizante da Pfizer, mas só recebeu a metade. Doria inclusive chegou a falar que iria judicializar a questão.

Na ocasião, o Ministério da Saúde convocou uma coletiva dizendo que houve uma compensação de doses para que os demais estados pudessem avançar na imunização. Depois, o ministro Queiroga disse não concordar com a judicialização do caso. "A judicialização é um direito que todos têm, mas nós não defendemos a judicialização como forma de implementação de políticas públicas. Se busca o judiciário para satisfazer essas irresignações, mas eu penso que essas questões devem ser discutidas no âmbito administrativo", disse o ministro. 

Queda de casos

Com o avanço da campanha de vacinação, o estado de São Paulo vem registrando queda no número de casos, mortes e de internações por covid-19. Na semana passada, o estado registrou queda de 8,1% no número de casos, com média de 7.982 casos por dia, a média mais baixa do ano. Já as internações caíram 8% na semana passada em relação à anterior, com média diária de 999 internações, também a média mais baixa do ano. Em relação às mortes, a queda foi de 5,9%, com média de 240 mortes por dia.

O estado tem, neste momento, 4.720 internadas em unidades de terapia intensiva (UTI), número equivalente ao que registrava em maio do ano passado, pouco antes da primeira onda da pandemia. Além disso, há 4.458 pessoas internadas em enfermarias. A taxa de ocupação de leitos de UTIs está hoje em 45,6% no estado.

*matéria atualizada às 16h28 para acréscimo de informação 

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias