Secretaria de Saúde do DF recomenda obrigatoriedade de máscaras

Aumento de casos de covid-19 motivou orientação na capital

Publicado em 02/06/2022 - 21:51 Por Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil - Brasília

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal encaminhou hoje (2) ao Governo do Distrito Federal (GDF) uma recomendação para que sejam ampliadas as testagens de covid-19 na população e que se retome a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados ou em espaços públicos com aglomeração.

A secretaria se baseou nos dados a respeito do vírus correspondentes até o dia 30 de maio. O órgão citou no documento o aumento de casos de covid-19 na região (2.604 casos novos e 8.222 casos ativos), o aumento de atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e o aumento na necessidade de internações, além da matriz de risco - indicador que alcançou 24 pontos, classificado como “risco alto”.

“Esta Câmara Técnica sugere a retomada da obrigatoriedade do uso de máscaras faciais de gramatura adequada, cobrindo nariz e boca, em todos os ambientes fechados e ambientes públicos do DF nos quais haja aglomeração de pessoas”, disse a secretaria no ofício.

Dados de hoje (2) divulgados pelo Ministério da Saúde mostram que o DF registrou desde o início da pandemia 715.938 casos, com 11.692 mortes.

O órgão também sugeriu a adoção de campanhas publicitárias para orientar a população sobre a importância de ventilar os ambientes, evitar aglomerações, higienizar as mãos e completar o esquema vacinal contra a covid-19 tão logo possível. A secretaria também pediu ao governo a abertura de novos leitos no Hospital de Campanha da Polícia Militar (HCPM) e a ampliação da vacinação e adesão à dose de reforço no DF.

O documento não tem, por si só, o poder de obrigar a população a usar máscaras novamente. Essa decisão poderá ser tomada pelo governador Ibaneis Rocha, que até o momento não se manifestou sobre a questão.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Últimas notícias