Últimas notícias denúncia do Ministério Público

PF confirmou que o homem suspeito de ter esfaqueado o candidato Jair Bolsonaro, Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi detido por populares e seguranças e conduzido por policiais federais para a Delegacia da Polícia Federal em Juiz de Fora.
Política

Justiça aceita denúncia e autor de facada em Bolsonaro vira réu

O juiz federal Bruno Savino, da 3a Vara Federal de Juiz de Fora (MG), aceitou denúncia do Ministério Público Federal contra Adélio Bispo de Oliveira, autor confesso da facada no candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). O ataque ocorreu no início do mês de setembro. De acordo com a decisão, o réu tem 10 dias para apresentar sua defesa.

Política

Promotoria do Paraná denuncia ex-governador Beto Richa por corrupção

O Ministério Público do Paraná denunciou hoje (25) criminalmente o ex-governador Beto Richa e outras 12 pessoas investigadas na Operação Rádio Patrulha pelos crimes de corrupção passiva, corrupção ativa e fraude a licitação. Richa, que é candidato a uma vaga no Senado pelo seu estado, foi preso durante a operação e depois libertado pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal.

Geral

MP denuncia quadrilha que trazia armas para facção criminosa do Rio

A Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Resende, no sul fluminense, denunciou uma organização criminosa responsável pela distribuição de armas de fogo para traficantes da facção criminosa Comando Vermelho e distribuídas em favelas do Rio.

O candidato à Vice-Presidência da República, Fernando Haddad, do PT, discursa durante o evento, Diálogos Eleitor, realizado pela União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (Unecs).
Política

MP denuncia Fernando Haddad pela segunda vez em oito dias

O Ministério Público do Estado de São Paulo denunciou hoje (4) o ex-prefeito da capital paulista e atual candidato à vice-presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, por corrupção passiva, associação criminosa, e lavagem de dinheiro. A denúncia aponta que Haddad teria solicitado e recebido indevidamente da UTC Empreiteira o valor de R$ 2,6 milhões em 2013.