Últimas notícias governo de Roraima

Presídios
Direitos Humanos

Roraima diz que retomou fornecimento de refeição a detentos

O governo de Roraima informou que foi retomada, na tarde desta quinta-feira (4), o fornecimento de refeições aos detentos do sistema prisional em Boa Vista. Os presos se alimentaram na última semana com doações feitas por familiares.

Política

Jungmann: não é momento de o Brasil virar as costas a venezuelanos

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse hoje (8), em Brasília, que não vê motivo para a decisão do governo de Roraima de publicar uma portaria que interrompeu, por algumas horas, a entrada de imigrantes venezuelanos no Brasil.

Justiça

Rosa Weber indefere pedido para fechar fronteira com Venezuela

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, indeferiu o pedido formulado pelo governo de Roraima para fechamento da fronteira do estado com a Venezuela. Na decisão publicada agora à noite, a ministra ainda manda oficiar o juiz da 1ª Vara Federal de Roraima Helder Girão Barreto, que havia decidido no sentido contrário, atendendo ao pedido idêntico feito pelo governo estadual.
Política

Temer considera inegociável fechar fronteira para venezuelanos

O fechamento da fronteira para venezuelanos é “inegociável” para o presidente Michel Temer. A informação foi dada hoje (6) pelo ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha. A pasta divulgou nota reagindo à decisão do juiz da 1ª Vara Federal de Roraima, que suspendeu a entrada de pessoas do país através da fronteira com o estado. A ordem judicial foi dada ontem (5).
Justiça

AGU pede urgência em ação contra decreto de Roraima sobre venezuelanos

A Advocacia-Geral da União (AGU) pediu hoje (6) ao Supremo Tribunal Federal (STF) urgência na apreciação do pedido de suspensão do decreto do governo de Roraima que determina aumento de rigor da segurança pública e da vigilância das forças policiais na fronteira com a Venezuela, além da regulamentação de acesso a serviços públicos para eventual atendimento de imigrantes para o estado.