Últimas notícias sabatina

Augusto Aras é indicado para o cargo de procurador-geral da República
Política

CCJ do Senado sabatina hoje indicado à Procuradoria-Geral da República

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado sabatina nesta quarta-feira (25) o subprocurador-geral da República, Antônio Augusto Brandão de Aras, indicado para o cargo de procurador-geral da República.

Presidente Jair Bolsonaro fala à imprensa ao sair do Palácio da Alvorada
Política

Novo procurador-geral não deve ter “radicalismos”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (8) que o novo procurador-geral da República não deve tratar as questões sob sua alçada com “radicalismo” e deve atuar “sem estrelismo”. “Esperamos ter um procurador que trate a questão ambiental, por exemplo, sem radicalismo.

O economista Roberto de Oliveira Campos Neto, indicado pela Presidência da República para o cargo de presidente do Banco Central, durante sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.
Economia

Mercado bancário é concentrado, mas há competição, diz Campos Neto

O economista Roberto Campos Neto, indicado pelo governo para a presidência do Banco Central (BC), disse hoje (26) que, apesar de o mercado bancário brasileiro ser concentrado, existe competição.

O economista Roberto de Oliveira Campos Neto, indicado pela Presidência da República para o cargo de presidente do Banco Central, durante sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.
Economia

Campos Neto defende, no Senado, autonomia para o Banco Central

O economista indicado para a presidência do Banco Central (BC), Roberto de Oliveira Campos Neto, defendeu hoje (26) a autonomia.   

O economista Roberto de Oliveira Campos Neto, indicado pela Presidência da República para o cargo de presidente do Banco Central, durante sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.
Política

Campos Neto diz que trabalhará para estabilizar poder de compra

O economista Roberto de Oliveira Campos Neto, indicado pelo governo para a presidência do Banco Central (BC), afirmou que terá como foco estabilizar o poder de compra da população.