Você está aqui

Bloco de prevenção às drogas faz pré-carnaval com o Sargento Pimenta

  • 15/01/2016 18h05publicação
  • Rio de Janeirolocalização
Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

O bloco carioca Alegria Sem Ressaca faz o seu 13º pré-carnaval consecutivo de prevenção ao uso de drogas e ao consumo em excesso de bebidas alcoólicas no próximo dia 24, dessa vez com uma inovação. Este ano, em vez de desfilarem pela orla de Copacabana, zona sul da cidade, os componentes do bloco montarão um palco fixo na Avenida Atlântica, esquina com Rua República do Peru, e receberão como convidados oito músicos e 120 ritmistas do bloco Sargento Pimenta.

Em 2015, o Sargento Pimenta, que faz carnaval com músicas dos Beatles, levou mais de 100 mil pessoas a seu desfile, e por isso foi escolhido para a ação do Alegria Sem Ressaca.

Criador do Alegria Sem Ressaca, o psiquiatra e especialista em dependência química Jorge Jaber disse que o foco é alertar o público sobre os riscos do uso excessivo de álcool e do consumo de drogas para a saúde. O objetivo é espalhar a ideia de que ninguém precisa se drogar para se divertir. Durante o evento, serão divulgados endereços de atendimento gratuito a dependentes de drogas e suas famílias. Jaber é presidente da Associação Brasileira de Alcoolismo e Drogas (Abrad).

A atriz Luíza Tomé, madrinha do bloco Alegria Sem Ressaca, ao lado de ritmistas do bloco Sargento Pimenta

A atriz Luíza Tomé, madrinha do bloco Alegria Sem Ressaca, ao lado de músicos do bloco Sargento PimentaMarcelo Brandão/Divulgação Alegria Sem Ressaca 

O bloco conta com apoio da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), da Associação Psiquiátrica do Estado do Rio de Janeiro (Aperj) e da Câmara Comunitária da Barra da Tijuca, que oferece espaço para cursos, treinamento e tratamento gratuitos.

Entre os integrantes, é grande a participação de membros dos grupos Alcoólicos Anônimos e Narcóticos Anônimos e de profissionais de saúde mental.

No ano passado, segundo Jaber, mais de 1,5 mil foliões participaram do desfile do Alegria Sem Ressaca. Este ano, porém, a participação do Sargento Pimenta deve multiplicar a adesão. “Porque eles têm uma multidão extraordinária de seguidores”, destacou.

A fama do Sargento Pimenta levou os organizadores do Alegria Sem Ressaca a optar pela apresentação do bloco convidado em um palco fixo, e não fazer o tradicional desfile, “para que os foliões possam se divertir à vontade”.

O evento não tem nenhum patrocinador comercial. A prefeitura do Rio apoia a festa com duas ambulâncias, banheiros químicos, guardas municipais, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Em 2017, Jaber planeja levar o carnaval do Alegria Sem Ressaca para as areias da Praia de Copacabana.

Madrinha famosa
A atriz Luiza Tomé desfilará mais uma vez como madrinha do bloco, com o qual diz ter afinidade pessoal.“Eu tive familiares com problemas de drogas e bebida e sei onde o abuso de qualquer coisa pode levar”, disse a atriz, que perdeu um irmão por overdose e tem outro que conseguiu se recuperar da dependência química.

Luíza diz que apoia integralmente a proposta de prevenção à dependência química da agremiação. “Acho que é uma bandeira muito bacana para ser levantada. Qualquer coisa em excesso faz mal na vida”.

Para a atriz, a presença do Alegria Sem Ressaca no carnaval é importante para mobilizar as pessoas para o tema do vício em álcool e drogas, em especial durante a folia. “Acho interessante como alerta para as pessoas e para os familiares de modo geral que têm problemas com dependentes químicos e também para os que não têm”.

Edição: Luana Lourenço