Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Fundação do Livro promove leitura compartilhada para formar novos leitores

Publicado em 21/09/2016 - 17:38

Por Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

Representante no Brasil do International Board on Books for Young People (IBBY), entidade consultora da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) estendeu até o próximo dia 3 de outubro as inscrições do concurso “Era uma vez...Uma proposta de leitura compartilhada”. O objetivo é fortalecer a formação de novos leitores, por meio da leitura compartilhada.

A cada ano, uma representação nacional cuida da elaboração do cartaz e da mensagem que vai ser distribuída no mundo todo. “Esta é a terceira vez que o Brasil, por meio da FNLIJ, é o responsável por esse material todo do IBBY”, disse hoje (21), a assessora da Secretaria-Geral da FNLIJ, Mariana Elia. “A gente quis dar um relevo maior este ano. Como a mensagem é brasileira, a gente fez uma ação maior que, no caso, é o concurso”.

O objetivo é promover o ato da leitura compartilhada entre as crianças com educadores, pais ou responsáveis. “Uma das crenças da Fundação é que a criança sempre vai gostar de ler se tiver um adulto (perto dela) que goste de ler. Ler junto promove também o gosto pela leitura”, destacou Mariana.

A ideia, reforçou é, ao se criar um relato ficcional ou real, com esse material do IBBY, “criar essa vontade de a leitura ficar também na cabeça dos adultos”. A FNLIJ trabalha com ações de promoção da leitura. Uma delas é a comemoração do Dia Internacional do Livro Infantil, no dia 2 de abril de cada ano, data do nascimento do escritor infantil Hans Christian Andersen, na Dinamarca, em 1805.

Vencedores

Professores, educadores, bibliotecários e adultos de todo o país que incentivem a prática da leitura infantil podem se inscrever no concurso. Eles terão que elaborar um texto baseado na mensagem criada por Luciana Sandroni e ilustrada por Ziraldo em sala de aula ou espaço de educação. O trabalho deve apresentar a forma como a criança e o jovem interagiram com a história e a ilustração, além de estar desvinculado de qualquer caráter didático.

“É uma maneira também de divulgar o Dia Internacional do Livro Infantil”, afirmou Mariana Elia. Entre outras características que serão levadas em conta na premiação constam a originalidade, organização de ideias e clareza na escrita.

A comissão julgadora será composta por especialistas indicados pela FNLIJ. A divulgação dos vencedores ocorrerá em novembro, ainda sem data definida, prevendo-se a entrega dos prêmios até o final de dezembro. Poderão ser até três vencedores em cada categoria (ficção e relato de situação real de leitura compartilhada).

Os trabalhos devem ser enviados até o dia 3 de outubro (data da postagem dos correios) para a sede da FNLIJ, na Rua da Imprensa, 16 – salas 1212 a 1215 – CEP 20030-120 – Rio de Janeiro – RJ. O prêmio para os vencedores será um acervo de livros para crianças e jovens, informou a FNLIJ.

O regulamento pode ser acessado no site www.fnlij.org.br/site/images/Regulamento_DILI.pdf.

Edição: Jorge Wamburg

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias