Você está aqui

Inep pretende diminuir número de faltas no Enem

  • 08/05/2014 18h07publicação
  • Brasílialocalização
Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil

Enem - banner

Os candidatos ausentes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano passado receberão uma mensagem quando fizerem a inscrição no exame de 2014. Segundo o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Chico Soares, a autarquia identificou os ausentes no último exame e vai alertar os que fizerem a inscrição neste ano que, se faltarem, estarão desperdiçando recursos públicos.

No ano passado, de 7,1 milhões de candidatos, 5,05 milhões fizeram a prova. O gasto com os cerca de 2 milhões que não compareceram à prova foi R$ 58 milhões. A taxa de abstenção tem se mantido ao longo dos últimos anos. Em 2012, o percentual dos alunos que não fizeram a prova foi 27,9% – dos 5,6 milhões inscritos, 4,17 milhões compareceram. No entanto, com o aumento do número de candidatos a cada ano, o número de faltosos cresce, elevando os gastos.

O Ministério da Educação cogitou cobrar uma taxa de candidatos ausentes, mas a questão esbarra em lei. Se o candidato for de baixa renda não é possível cobrar a taxa de inscrição. No caso, egressos do ensino médio em escola pública não pagam.

De acordo com Soares, os isentos estão entre os que mais faltam à prova. Além dos que não pagam, estão os que concluíram o ensino médio em anos anteriores e os treineiros, estudantes que não ainda estão no ensino médio e fazem a prova para testar os conhecimentos.

"Quando os candidatos fizerem a inscrição, receberão pelo próprio sistema, uma mensagem convidando-os a fazer a prova neste ano e avisando que, caso faltem, estarão desperdiçando recursos públicos", diz o presidente do Inep.

A prova do Enem 2014 será nos dias 8 e 9 de novembro. As inscrições serão feitas pela internet entre os dias 12 e 23 deste mês. A previsão é que 8,2 milhões de pessoas se inscrevam, um crescimento de 13,8% em relação aos 7,2 milhões do ano passado. O valor da inscrição é R$ 35. Alunos de rede pública e pessoas com renda familiar de até 1,5 salário mínimo são isentas. A taxa deve ser paga até o dia 28 de maio.

Para se preparar para o Enem, o aluno pode acessar o aplicativo questoesenem.ebc.com.br. O banco de questões da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) reúne itens de 2009 a 2013 para o estudante treinar para exame. O acesso é gratuito.

Edição: Beto Coura