Você está aqui

Cinegrafista da Band é atingido por bomba durante protesto

  • 06/02/2014 21h53publicação
  • 06/02/2014 22h00atualização
  • Rio de Janeirolocalização
Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - Protesto contra o aumento da passagem de ônibus. Policiais e manifestantes entraram em confronto dentro da Estação Central do Brasil (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Rio de Janeiro - Protesto contra o aumento da passagem de ônibus. Policiais e manifestantes entraram em confronto dentro da Estação Central do BrasilFernando Frazão/Agência Brasil

Um cinegrafista da TV Bandeirantes foi atingido por uma bomba durante manifestação de hoje (6) na Central do Brasil. O profissional gravava o protesto quando uma bomba explodiu ao lado de sua cabeça. Não se sabe, até o momento, de onde teria partido a bomba. Parentes pediram que o nome do cinegrafista fosse preservado.

O cinegrafista foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar, onde está sendo operado no setor de neurocirurgia. Ele deu entrada no hospital com afundamento no crânio e perda de parte da orelha. Segundo a assessoria do hospital, ele chegou em estado de coma. Mais seis pessoas foram internados com ferimentos no hospital. Nenhuma não corre risco de morte.

A Polícia Militar (PM) prendeu 28 manifestantes  que participavam de um protesto contra o aumento das passagens de ônibus na Central do Brasil. O grupo foi colocado em um micro-ônibus da PM e levado para a 19ª Delegacia de Polícia.

O protesto começou pacífico às 18h30 com uma passeata pela Avenida Presidente Vargas até a Central do Brasil, mas terminou em um grande tumulto, quando os manifestantes invadiram o prédio da central e forçaram a liberação das roletas. Policiais da tropa da choque intervieram com o objetivo de esvaziar a estação e houve confronto.

Edição: Fábio Massalli