Você está aqui

Governo promove "faxinaço" contra o Aedes aegypti na Esplanada dos Ministérios

  • 28/01/2016 17h13publicação
  • Brasílialocalização
Paulo Victor Chagas - Repórter da Agência Brasil*

 

Mosquito Aedes aegypti

Mosquito Aedes aegyptiArquivo/Agência Brasil

O governo federal vai promover um "faxinaço" amanhã (29) para combater o mosquito Aedes aegypti, vetor do vírus Zika, da dengue e da febre Chikungunya. O objetivo é organizar uma ação conjunta para uma lavagem dos órgãos públicos federais em Brasília.

Além do Palácio do Planalto, dos prédios do Executivo na Esplanada dos Ministérios, as sedes de 80 estatais do governo serão limpos pelos próprios funcionários que, com água e sabão, vão eliminar possíveis criadouros do inseto.

Amanhã (29), a presidenta Dilma Rousseff lança uma série de ações que buscam a eliminação dos focos do mosquito. A divulgação será durante videoconferência com governadores na Sala Nacional de Coordenação e Controle do Plano de Enfrentamento à Microcefalia.

No encontro, ela vai se reunir, por videoconferência, com os governadores dos estados mais afetados pela doença, a fim de discutir o que pode ser feito no combate ao mosquito.

Segundo o ministro da Saúde, Marcelo Castro, a intenção é levar experiências bem-sucedidas a outras áreas, como a de Goiás, que desenvolveu tecnologia de controle do andamento dos trabalhos município a município.

Uma ampla campanha publicitária, com inserções em rádio e TV e distribuição de cartazes e panfletos, informando a população sobre a importância de acabar com os focos do inseto, deverá ser aprovada pelo Palácio do Planalto. O Ministério da Educação planeja ações de esclarecimento e prevenção em escolas públicas municipais e estaduais.

*Colaborou Aline Leal

Edição: Beto Coura