Você está aqui

Brasil garante mais duas vagas olímpicas nos saltos ornamentais

  • 22/02/2016 14h30publicação
  • Rio de Janeirolocalização
Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil
Juliana Veloso brilhou na eliminatória do trampolim de 3 metros e irá às Olimpíadas

Juliana Veloso brilhou na eliminatória do trampolim de 3 metros e irá às Olimpíadas Satiro Sodré/SSPress/CBDA

No quarto dia da Copa do Mundo de Saltos Ornamentais, o Brasil garantiu mais duas vagas nas Olimpíadas de 2016, além das recebidas por ser a sede dos jogos. Nas competições sincronizadas, o Brasil tem direito a uma dupla em cada prova, o que soma oito vagas.

Ontem (21), César Castro classificou o país ao ficar na 16ª posição na eliminatória do trampolim de 3 metros masculino. O atleta vai disputar a semifinal na tarde de hoje, às 16h, e, dependendo de sua pontuação, pode garantir seu nome nos jogos ocupando esta vaga, já que sua pontuação foi suficiente para levar o Brasil às Olimpíadas, o que não necessariamente o inclui como representante.

Na manhã de hoje (22), foi a vez de Juliana Veloso classificar o país, também na eliminatória do trampolim de 3 metros. Ela ficou em nono lugar. No caso de Juliana, a pontuação foi suficiente para garantir também sua participação nas Olímpíadas do Rio, a quinta de sua carreira.

Otimismo

O coordenador técnico da Seleção Brasileira de Saltos Ornamentais, Ricardo Moreira, comemorou os resultados e apontou que mais vagas podem ser garantidas nos próximos dias, com os brasileiros Isaac Souza e Hugo Parisi, na plataforma de 10 metros individual.

"O resultado está bom até o momento. Muito bom. A competição está bem forte, tem 47 países, está todo mundo aqui e é uma competição bem tensa, mas a gente está indo bem", disse.

A disputa começou na sexta-feira com medalha de ouro das chinesas Chen Ruolin e Liu Huixia, na plataforma de 10 metros sincronizada, e dos alemães Stephan Feck e Patrick Hausding no trampolim sincronizado de 3 metros.

Na plataforma individual de 10 metros, a chinesa Ren Qian conquistou a medalha de ouro no dia do seu aniversário, e sua conterrânea Si Yajie ficou com a prata. Também da China, os atletas Chen Aisen e Lin Yue subiram no topo do pódio no salto sincronizado de 10 metros, confirmando a força do país asiático no esporte.

Edição: Kleber Sampaio