Você está aqui

Polícia Civil faz operação contra fraudes em licitações no norte fluminense

  • 11/03/2016 09h07publicação
  • Rio de Janeirolocalização
Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil

Policiais civis cumprem hoje (11) mandados de prisão preventiva contra políticos do norte fluminense, por fraudes em licitações. Marcos Antônio Magalhães Gonçalves, ex-presidente da Câmara dos Vereadores de São Fidélis, Michel Ângelo Machado de Freitas, ex-vereador de Itaocara, e Aldimar Oliveira da Cunha, presidente do Instituto de Previdência de Itaocara, são acusados de desviar R$ 320 mil.

Segundo a Polícia Civil, as fraudes foram cometidas entre 2007 e 2011, na Câmara dos Vereadores de São Fidélis, por meio de licitações irregulares. Ainda de acordo com a polícia, a licitação era “um verdadeiro jogo de cartas marcadas” em que já se conhecia os vencedores antes da conclusão. Michel Ângelo, além de vereador de Itaocara, prestava serviços de contabilidade para a Câmara do município vizinho.

A fraude contava com a participação de empresários, que forneciam documentos de empresas para viabilizar as licitações fraudulentas, e de servidores. Os policiais também cumprem 11 mandados de busca e apreensão em endereços dos empresários e servidores.

Edição: Graça Adjuto