Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Acusada de fazer procedimento estético que matou paciente se entrega

Publicado em 16/10/2018 - 22:30

Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

Acusada de fazer um procedimento estético na microempresária Fernanda de Assis, 29 anos, que morreu no último sábado (13), Danielle Cândido Cardoso, conhecida como “Dani Bumbum”, entregou-se hoje (16) à tarde à polícia.

Com a prisão temporária decretada pela Justiça, Daniella, acompanhada de um advogado, se entregou e, depois de prestar depoimento, seguiu para um presídio feminino no estado do Rio, onde ficará à disposição da Justiça.

O corpo de Fernanda de Assis foi enterrado nesta terça-feira no Cemitério Ricardo de Albuquerque, na zona norte do Rio. Ela fez no último dia 4 um procedimento estético nos glúteos e nos lábios e morreu nove dias depois.

O delegado Roberto Ramos, titular da delegacia de Ricardo de Albuquerque, disse que a polícia esteve pela manhã na casa de Danielle, em Mesquita, na Baixada Fluminense, mas ela não foi encontrada. À tarde, ao se entregar, ela disse que aplicou a substância metacril e silicone industrial no preenchimento.

 

 

Edição: Fábio Massalli

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias