Você está aqui

Japão e EUA insistem na necessidade de diálogo entre Arábia Saudita e Irã

  • 06/01/2016 06h53publicação
  • Tóquiolocalização
Da Agência Lusa

Os ministros dos Negócios Estrangeiros do Japão e dos Estados Unidos, Fumio Kishida e John Kerry, discutiram hoje (6), por telefone, a crise diplomática entre a Arábia Saudita e o Irã. Eles defenderam a necessidade de resolver a situação por meio do diálogo.

Numa conversa de 20 minutos, Kishida e Kerry partilharam a preocupação com a deterioração das relações entre os dois países e manifestaram a intenção de pedir às partes que atuem com moderação para garantir a estabilidade do Oriente Médio, informou o ministro japonês em entrevista, de acordo com a agência Kyodo.

A Arábia Saudita e o Irã cortaram relações diplomáticas esta semana, após a execução, em Riade, sábado passado (2), do líder religioso xiita Nimr Al Nimr e de ataques à embaixada saudita em Teerã e ao consulado na cidade iraniana de Mashhad.

A crise gerou preocupação entre a comunidade internacional, que pediu calma aos dois países, de modo a evitar que uma escalada da tensão afete as negociações abertas para solucionar os conflitos na Síria, no Iraque e Iêmen.

O secretário de Estado norte-americano e o ministro japonês partilham também a preocupação com os testes de transporte aéreo que a China fez recentemente nas Ilhas Spratly, um arquipélago cuja soberania é reclamada por vários países.