Você está aqui

Grécia vai deportar 308 migrantes ilegais para a Turquia

  • 02/03/2016 10h59publicação
  • Bruxelaslocalização
Da Agência Lusa

A Comissão Europeia anunciou hoje (2) que a Grécia está em vias de deportar 308 migrantes ilegais para a Turquia, no que classifica como os primeiros frutos do plano de ação conjunto, acordado entre União Europeia (UE) e Turquia.

“A Comissão Europeia reforçou o seu apoio à cooperação para o reenvio de migrantes entre os Estados-membros da UE e a Turquia. As transferências de hoje da Grécia para a Turquia mostram que os nossos esforços começam a dar frutos”, comentou o comissário europeu para as Migrações, Dimitris Avramopoulos.

O comissário enfatizou que “é necessário garantir que aqueles que necessitam de proteção vão recebê-la, mas tem de ser igualmente claro que aqueles que não têm o direito de permanecer na União Europeia serão rapidamente e eficazmente deportados” aos países de origem ou de trânsito.

De acordo com a Comissão Europeia, a maioria dos 308 migrantes são do Marrocos, da Argélia e Tunísia, e considerou que este passo manda um "sinal claro” no sentido de que aqueles que não cumprem os requisitos para a proteção internacional terão que regressar.

Em outubro do ano passado, a UE e a Turquia assinaram um plano de ação conjunto para lutar contra a migração ilegal e estancar o fluxo de refugiados para a Europa, que começou no final de novembro.

Os 28 países-membros da UE concordaram em aportar $ 3 bilhões de euros a Turquia e adiantar o processo de adesão do país ao bloco.

O plano de ação será discutido na próxima reunião de cúpula entre UE e Turquia, que vai reunir chefes de Estado e de Governo em Bruxelas, na Bélgica, na próxima segunda-feira (7).