Você está aqui

Fundador do PDT com Brizola, Manoel Dias continua no Ministério do Trabalho

  • 31/12/2014 12h37publicação
  • Brasílialocalização
Mariana Jungmann - Repórter da Agência Brasil
O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, inaugura o sistema da Carteira de Trabalho Digital em Brasília e a nova sede regional do MTE no edifício Venâncio 2000 (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Militante trabalhista histórico, Manoel Dias continuará na equipe ministerial do segundo governo de Dilma RousseffFabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Atual ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias será mantido no cargo pela presidenta Dilma Rousseff. Com isso, o PDT – partido que ele ajudou a fundar com Leonel Brizola – seguirá a tradição de comandar a pasta.

Dias é formado em direito pela Universidade Federal de Santa Catarina, na qual começou a carreira política como líder estudantil no início dos anos 1960. Foi eleito vereador pelo PTB em 1962, mas teve o mandato cassado pelo regime militar, posteriormente. O fato se repetiu quando se elegeu deputado estadual em 1967, a partir de quando também teve os direitos políticos cassados por dez anos.

Atualmente é secretário-geral do PDT e presidente da Fundação Leonel Brizola - Alberto Pasqualini, de estudos políticos. Dias comanda o Ministério do Trabalho desde março de 2013, quando entrou para substituir Brizola Neto.

Manoel Dias também ajudou a refundar o Partido Trabalhista Brasileiro e a fundar o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), que posteriormente daria origem ao PMDB. Foi candidato a governador de Santa Catarina em 2006 e 2010, mas não foi eleito.

Edição: Marcos Chagas