Você está aqui

Secretaria-Geral da Presidência será comandada por Miguel Rossetto

  • 29/12/2014 20h01publicação
  • Brasílialocalização
Ivan Richard - Repórter da Agência Brasil

Um dos fundadores do PT e da Central Única dos Trabalhadores (CUT), o sociólogo Miguel Rossetto deixa o Ministério do Desenvolvimento Agrário, pasta que comandou também no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva,  e vai para a Secretaria-Geral da Presidência da República. Ele substitui Gilberto Carvalho.  Na última quinta-feira (18), Carvalho antecipou que está saindo do governo e assumirá a presidência do Conselho Nacional do Sesi.
 
Rossetto chegou a ocupar o cargo de ministro do Desenvolvimento Agrário no governo Dilma, saindo em setembro para integrar a coordenação da campanha pela reeleição da presidenta. Ele também foi vice-governador do Rio Grande do Sul, na gestão Olívio Dutra, e deputado federal em 1994.

Ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, fala em oficina sobre boas práticas de organizações e experiências de integração com o movimento sindical da agricultura familiar (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Miguel Rossetto deixa o Desenvolvimento Agrário para articular a relação do governo com os movimentos sociais na Secretaria-Geral da PresidênciaMarcelo Camargo/Agência Brasil

Em 2006, Rossetto deixou o governo Lula para tentar uma vaga no Senado, mas foi derrotado nas urnas. Dois anos depois, foi indicado por Lula para a presidência da Petrobras Biocombustível S/A, subsidiária da Petrobras.  

Na Secretaria-Geral da Presidência da República, o gaúcho Miguel Rossetto terá a tarefa de articular os movimentos sociais.

Edição: Aécio Amado