Você está aqui

Dilma anuncia redução de oito ministérios

  • 02/10/2015 11h40publicação
  • 02/10/2015 15h00atualização
  • Brasílialocalização
Yara Aquino – Repórter da Agência Brasil*
Brasília - A presidenta Dilma Rousseff anuncia mudanças em seu ministério , durante declaração à imprensa no Palácio do Planalto (Antonio Cruz/Agência Brasil)

 A presidenta Dilma Rousseff anuncia mudanças em seu ministério, durante declaração à imprensa no Palácio do Planalto Antonio Cruz/ Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff acaba de anunciar a reforma ministerial que reduz em oito o número de ministérios. A nova configuração ministerial, finalizada ontem (1°) com a ajuda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, inclui a extinção e fusão de pastas e a realocação de titulares dos ministérios.

No novo desenho da equipe, o PMDB teve ampliado de seis para sete o número de pastas. Entre os ministérios que o partido passa a comandar estão o da Saúde, com o deputado Marcelo Castro (PI), e o da Ciência e Tecnologia, com Celso Pansera (RJ). As atividades do Ministério da Pesca e Aquicultura foram para o Ministério da Agricultura.

A Secretaria de Assuntos Estratégicos será extinta. A Secretaria-Geral se uniu à de Relações Institucionais e à de Micro e Pequena Empresa e passa a ser chamada Secretaria de Governo. O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) perdeu o status de ministério e também será integrado à Secretaria de Governo. Do GSI será mantido exclusivamente o Gabinete Militar que ficará ligado à Presidência da República.

A presidenta anunciou também a criação do Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, com a fusão das secretarias de Direitos Humanos; de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) e de Políticas para Mulheres.

 

Infografico_Reforma_Ministerial

 

 

 

*Matéria alterada às 15h para corrigir informação sobre o Gabinete de Segurança Institucional

Edição: Talita Cavalcante