Você está aqui

PP não consegue eleger líder e adia decisão para a semana que vem

  • 17/02/2016 22h08publicação
  • Brasílialocalização
Iolando Lourenço - Repórter da Agência Brasil

A bancada do PP na Câmara não conseguiu eleger hoje (17) o líder do partido para este ano. Os parlamentares fizeram duas tentativas de votação, mas nenhum dos candidatos conseguiu a maioria de 21 votos para vencer a disputa. Uma nova eleição foi marcada para a próxima quarta-feira (24) para escola do sucessor do atual líder do PP, Eduardo da Fonte (PE).

Na primeira votação, três candidatos disputaram o cargo: Cacá Leão (BA), Aguinaldo Ribeiro (PB) e Esperidião Amin (SC). Leão conquistou 17 votos e Amin e Ribeiro levaram 11 votos cada um. A bancada decidiu como critério de desempate a idade dos candidatos. Com isso, coube a Esperidião Amin disputar o segundo turno com Cacá Leão.

Segundo o líder Eduardo da Fonte, na hora da votação em segundo turno, Amin renunciou à disputa e declarou apoio a Aguinaldo Ribeiro, que já tinha saído da disputa. Como as cédulas com os nomes de Leão e Amin já estavam prontas, o líder decidiu iniciar a votação com os nomes dos dois. Houve então muita revolta e desentendimento de parlamentares que apoiam Amin e Aguinaldo.

Nessa etapa, o deputado Cacá Leão conquistou 19 votos. Amin, que estava fora da disputa, conseguiu cinco votos e houve seis votos em branco. Diante dos incidentes da votação de hoje, o líder do partido decidiu convocar nova eleição para a semana que vem.

Segundo Eduardo da Fonte, os interessados no cargo poderão registrar suas candidaturas no gabinete da liderança até o meio-dia de quarta-feira e a eleição deverá começar às 14h.

Edição: Luana Lourenço