Você está aqui

Protesto contra nomeação de Lula fecha a Avenida Paulista

  • 16/03/2016 20h31publicação
  • Brasílialocalização
Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil
São Paulo - Protesto contra a nomeação do ex-presidente Lula como ministro da Casa Civil, em frente ao prédio da Fiesp (Bruno Bocchini/Agência Brasil)

Manifestantes fecharam um dos sentidos da Avenida Paulista Bruno Bocchini/Agência Brasil

Manifestantes fecharam um dos sentidos da Avenida Paulista para protestar contra a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Casa Civil e contra o governo Dilma. Eles estão concentrados no Museu de Arte de São Paulo (Masp) e vestem camisas do Brasil, seguram bandeiras e cartazes contra a presidenta Dilma Rousseff e o ministro Lula. Eles cantam o Hino Nacional, entoam palavras de ordem contra o governo petista, gritam “Renuncia, renuncia”, batem panelas e fazem barulhos com vuvuzelas.

Na Avenida Paulista, o edifício da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) está iluminado de verde e amarelo com uma faixa preta com os dizeres "Renuncia Já".

Nas redes sociais, as manifestações ganham destaque. A hashtag #OcupaBrasilia está em primeiro lugar no trending topics (os dez assuntos mais comentados na rede) no Brasil e em segundo no mundo. No microblog, há comentários como "Vamos, gente! Vamos lá! Vamos ficar, até Dilma renunciar!" e "Sérgio Moro é herói, arriscou sua carreira inteira liberando esses áudios! Esse sim é um cidadão de verdade!".

Também circulam fotos e vídeos das manifestações que ocorrem em Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, e São Paulo.

As manifestações ocorreram também no plenário da Câmara, onde um grupo de deputados gritava: "Renuncia".

A movimentação ocorre após a presidenta Dilma Rousseff anunciar na tarde de hoje (16) a nomeação de Luiz Inácio Lula da Silva para a Casa Civil. Após o anúncio, a nomeação foi oficialmente publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

Edição: Fábio Massalli