Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Moro e Maia se reúnem para discutir tramitação de projeto anticrime

Publicado em 28/03/2019 - 15:09

Por Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil Brasília

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, se reuniu hoje (28) com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para discutir detalhes do projeto de lei anticrime, que traz propostas de combate a crimes violentos, à corrupção e a organizações criminosas.

A convite da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo no Congresso, Moro e Maia tomaram café da manhã na residência oficial da Câmara dos Deputados. Em texto publicado no Twitter, a deputada classificou o encontro como um “café da manhã da paz”.

O ministro Sergio Moro declarou que ele e Maia já vinham conversando desde a semana passada e tinham se “acertado” a respeito do desentendimento público decorrente de declarações mútuas sobre a tramitação do projeto.

“O que houve foram ruídos de declarações”, disse Moro, hoje (28), ao apresentar a jornalistas os primeiros resultados da quarta fase da Operação Luz na Infância. “Isto não implica em nenhuma mudança no nosso relacionamento. Tenho uma relação bastante cordial com o presidente da Câmara, que é uma pessoa muito sensata”, acrescentou o ministro.

Moro ressaltou que tem grande respeito por Rodrigo Maia. "A expectativa de que, com a aliança dele com o presidente Jair Bolsonaro, vamos conseguir aprovar o projeto [mesmo que] com mudanças, eventuais aprofundamentos na Câmara e no Senado”, acrescentou o ministro.

O projeto de lei anticrime, que foi apresentado ao Congresso Nacional no mês passado, prevê mudanças em 14 leis, entre elas, o Código Penal, Lei de Execução Penal, Lei de Crimes Hediondos e Código Eleitoral. A intenção, segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, é combater a corrupção, crimes violentos e facções criminosas. 

Tramitação

Moro voltou a comentar que a proposta de apresentar o projeto anticrime no Senado para que tramite paralelamente à discussão na Câmara dos Deputados a fim de tentar acelerar a votação do projeto é de autoria de “alguns senadores”. “Surgiram vários senadores que querem apresentá-lo no Senado. Se eles assim o fizerem será uma iniciativa deles. O que temos que pontuar é que haja uma concordância da Câmara neste sentido para acelerar o debate”, afirmou o ministro.

“É um projeto importante. Temos sérios problemas com o crime organizado, com os crimes violentos e com a corrupção e temos que deixar as divergências pessoais de lado. E, muitas vezes, nem mesmo são divergências pessoais. São bobeiras. Acredito que o clima vai desanuviar”, acrescentou.

Em seu Twitter, a deputada Joice Hasselmann comentou que Maia e Moro combinaram de encurtar o tempo de apreciação da proposta de Moro no grupo de trabalho que a Câmara dos Deputados criou para analisar o pacote anticrime.

“O compromisso de celeridade do Pacote Anticrime foi selado hoje entre Moro e Rodrigo Maia. O tempo no grupo de trabalho deve cair pela metade e o texto tramitará rapidamente na Câmara enquanto a discussão ocorre também no Senado. Clima de paz que faz toda diferença para nosso país”, escreveu Joice.

 

Edição: Sabrina Craide

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias