Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Pelé alega problemas físicos e não participará da abertura da Rio 2016

"Neste momento, não estou em condições físicas de participar da

Publicado em 05/08/2016 - 16:58

Por Pedro Peduzzi - Repórter da Agência Brasil * Brasília

Por motivo de saúde, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, divulgou hoje (5) nota informando que não tem condições físicas de participar da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de 2016. Ele estava cotado para acender a Pira Olímpica.

Pelé

PeléValter Campanato

“Neste momento, não estou em condições físicas de participar da abertura da Olimpíada. E, como brasileiro, peço a Deus que abençoe a todos que participarem desse evento e que seja um grande sucesso e termine em paz!”, disse o ex-jogador em sua conta no Instagram.

O início da cerimônia de abertura da Rio 2016 está previsto para 20h, no Estádio do Maracanã. Nela, todos os atletas, desde Usain Bolt, a grande estrela do atletismo, até o jovem velocista Siueni Filimone, de Tonga, desfilam pelo estádio como iguais.

A solenidade de abertura desta edição deve seguir a tradição das anteriores, contando a história do país-sede e de seu povo. A coreógrafa Deborah Colker, uma das mais renomadas da dança nacional, é quem assina a coreografia do espetáculo.

Assessor

A cerimônia será dirigida por Fernando Meirelles, Andrucha Waddington, Daniela Thomas e Rosa Magalhães, com produção executiva de Abel Gomes. A promessa é de que o roteiro seja uma “síntese da cultura popular brasileira”.

Com os nomes envolvidos, a cerimônia de abertura no Rio de Janeiro pode ser mais uma a entrar no rol dos grandes momentos olímpicos.

Assessor de Pelé, José Forno Rodrigues, o Pepito, confirmou que o convite para participação partiu do Comitê Rio 2016. Pepito informou ainda que não havia decisão de que Pelé acenderia a Pira Olímpica. Segundo o assessor, outros atletas também foram convidados para participar da solenidade.

Cirurgia

“Os convites foram feitos para todo mundo. A decisão de quem vai acender a Pira será tomada na hora. Não é o Pelé com a tocha, outro para a porta, outro para aqui e para ali. Hortência, Guga, Pelé. Quem acende a Pira? É decisão nos 45 minutos do segundo tempo. Todos estão no bolo. Na hora H, um deles acenderá. É para causar surpresa. Se souber antes não tem graça”, acrescentou Pepito.

De acordo com o assessor, depois da cirurgia no quadril Pelé tem se submetido a sessões de fisioterapia, porque a musculatura não sustenta o corpo dele com conforto. “Daqui a quatro ou cinco dias pode ser que ele esteja melhor. Hoje, ele não consegue subir um degrau. Andar plano ele anda, mas subir um degrau matou. É músculo. Cirurgia tudo beleza, mas é o músculo que está em recuperação”, revelou.

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) informou que não tem relação com o assunto, que é atribuição do Comitê Organizador Rio 2016, que adiantou não ter anunciado qualquer nome para acender a Pira Olímpica.

Leia a íntegra da nota publicada por Pelé no Instagram:

Queridos amigos,

Só Deus é mais importante do que minha saúde!

Em minha vida tive fraturas, cirurgias, dores, internações em hospitais, vitórias e derrotas, e sempre respeitando aqueles que me admiram.

A responsabilidade das decisões é minha onde sempre procurei não decepcionar a minha família e o povo brasileiro.

Nesse momento eu não estou em condições físicas de participar da abertura da Olimpíada.

E como brasileiro, peço a Deus que abençoe a todos que participarem desse evento e que seja um grande sucesso e termine em paz!

* Colaboração de Cristina Índio do Brasil e Alana Gandra

Edição: Armando Cardoso

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias